AME 2024: “Maior desafio é torná-lo um evento sustentável” – director-geral

O diretor-geral do Atlantic Music Expo (AME), Gugas Veiga, destacou hoje, na cidade da Praia, que o principal desafio atual do evento é torná-lo sustentável.

Gugas Veiga falava à Inforpress sobre os preparativos do AME 2024 que acontece na capital cabo-verdiana, de 01 a 04 de Abril, sob o lema “Sustentabilidade artística” uma temática que, considerou, crucial tanto para eventos culturais quanto para eventos musicais, mas sobretudo para a carreira dos artistas.

“Desafio é torná-lo um evento sustentável e fazê-lo crescer ainda mais porque acreditamos que tem ainda maior potencialidade”, vincou.

Gugas avançou também que sempre acreditaram no projecto, razão pela qual não queriam que o mesmo viesse a desaparecer, pois mostrou-se convicto de que é um dos eventos mais importantes para a promoção de artistas cabo-verdianos e da cultura de Cabo Verde.

“É um evento que possui duas vertentes que consideramos extremamente importantes: a vinda de profissionais estrangeiros que abre os olhos e mentes das nossas agências, artistas e produtores locais para informações e inovações e também tem uma vertente muito importante que é a promoção de Cabo Verde como destino turístico cultural”, enfatizou.

Gugas Veiga frisou ainda que seria possível obter mais sucesso com um maior financiamento, o que proporcionaria uma dinâmica adicional ao AME e o faria crescer ainda mais, com uma organização mais profissionalizada, sublinhando que fazem muito com poucos recursos disponibilizados.

Orçado em cerca de 20 mil contos, a feira mundial de música discorre este ano sob o lema “Sustentabilidade artística”, segundo Gugas Veiga.

Vinte e seis artistas nacionais e internacionais compõem o cartaz da 10ª edição do Atlantic Music Expo (AME).

Katia Semedo, Quarteto Ano Nobo +1, Zubukilla Spencer, Manu Reys, Ste Mandela, Primitive e Dj Axel da Praia, Gabriela Mendes, Elly Paris, Sizal de São Vicente, Gerson Spencer e Berlock a residir em Portugal, George Tavares do Maio e Dj Sarumawashi de Santo Antão são os artistas nacionais que actuam no AME 2024.

Nove nacionalidade compõem o rol de artistas internacionais, como Giuliano Gabriele da Itália, Ana Setton, Camila Reis e Dend do Brasil, o grupo Browm Rice Family do Japão e Estados Unidos, Luis Caracol e Dj Danykas de Portugal, Klaudio Hoshai de Angola, Jocelyn Balou do Congo, Le-Panda da Quebec Canadá e Insolito Universo da Venezuela.

Presidente da República, José Maria Neves, primeiro-ministro,  Ulisses Correia e Silva, Mário Lúcio, Djô da Silva e os parceiros Câmara Municipal da Praia, Ministério da Cultura, Ministério dos Transporte e Turismo, Alou, Garantia Seguros, direcção do Palácio da Cultura, órgãos da comunicação social estão entre os homenageados.

Realizado desde 2013, já passaram pelo AME cerca de mil artistas e bandas, 230 jornalistas e profissionais nacionais e internacionais, realizado cerca de 100 workshops e conferências e 540 expositores.

 

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda