Andreia Mosso lança romance “Júlia” uma jovem contra o sistema social patriarcado

A escritora cabo-verdiana Andreia Mosso lança, hoje, nos Paços do Concelho da Praia, pelas 17:00, sua primeira obra denominada “Júlia”, uma jovem misteriosa que não se submete às “imposições” do sistema social patriarcado.

Em declarações à Inforpress, a autora revelou que o romance de 134 páginas narra a história da “bela e misteriosa” Júlia que viaja de Cabo Verde para Lisboa, sendo o motivo da viagem o “maior segredo” revelado posteriormente na obra.

“Júlia”, conforme descreveu a escritora, é uma mulher independente, de século XXI, que não se sujeita às imposições sociais do patriarcado, o sistema que coloca os homens em situação de poder, por isso, ela faz determinadas escolhas que repercutem tanto no seu relacionamento social como afectivo.

“Sabemos que vivemos numa sociedade onde nós mulheres já somos submetidas a um conjunto de imposições, por exemplo, uma mulher até os trinta anos de idade tem que estar casada e com filhos (…). Devemos estar sempre bonitas, arranjadas, e somos nós as responsáveis pela casa, cuidar da família, dos filhos (…), ilustrou Andreia Mosso.

Para além disso, a autora aborda ainda outras questões, nomeadamente a da emigração, relacionamento virtual, monoparentalidade, sendo esta última a que “mais preocupa” a autora.

“Muito me preocupa a forma como a maioria das mulheres criam seus filhos solteiras sem ajuda financeira e emocional (…) E a própria ´Júlia` cresceu sem a presença da figura paterna, porque o pai emigrou na sua gestação e depois faleceu”, mencionou a escritora Mosso.

Salientou, que das muitas decisões da “Júlia”, a sua forma de ver e encarar o mundo, partem da privação de um relacionamento paterno.

O objectivo do livro, é segundo ela, contribuir para o incremento da literatura cabo-verdiana e incentivar outros jovens a escrever, ao passo que, sublinhou, em Cabo Verde há muitos jovens que compõem, mas falta oportunidade e incentivos para materializar os seus projectos.

Andreia Mosso espera com esse livro, no qual fez um retrato social, ser lida, que o livro atinja sobretudo a camada jovem.

Quando ainda criança, Andreia Mosso escrevia muito, porém, conta que devido a outras responsabilidades surgidas com a chegada à vida adulta não conseguiu uma conciliação, e abandonou o hábito.

Em 2018, começou a viver fora do País, por morar com uma escritora, viu o encantamento pela literatura a ressurgir, criou coragem e começou a escrever.

Andreia Mosso nasceu na ilha da Boa Vista e cresceu em São Vicente. Formou em comunicação social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e tem MBA em Marketing. Actualmente exerce a função de produtora cultural na Câmara Municipal da Praia.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest