Cantora Irina Barros espera ver mais mulheres artistas nos festivais

A angolana foi a única voz feminina a atuar no primeiro dia do Gamboa 2024, que contou com onze atuações onde os géneros do rap e afro house estiveram em maioria.

Pisar o palco do Gamboa pela primeira vez foi uma experiência “fantástica” para a artista. “O facto de poderem dar a uma mulher de outra cultura o poder de pisar este palco é perfeito”, disse e acrescentou que espera que nas próximas edições tenham mais mulheres no certame.

Aline Oliveira/Nélida Vaz

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda