Casa das Artes no município de são Miguel recebe nome do falecido humorista Nhu Puxin

Casa das Artes no município de são Miguel recebe nome do falecido humorista Nhu Puxin

A Casa das Artes no município de São Miguel passa agora a ‘carregar’ o nome do falecido humorista João Baptista Velhinho Rodrigues, conhecido por Nhu Puxin ou Nastaci Lopi.

Este nome foi atribuído numa cerimónia oficial, na noite deste sábado, 25, após uma cerimónia religiosa, na presença da viúva, dos filhos, irmãos, netos, vários humoristas, amigos, secretária de Estado do Ensino Superior e eleitos municipais.

Em declarações à imprensa, o presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes, disse tratar-se de uma homenagem a um micaelense de “grande referência” no país e além-fronteiras.

No acto da homenagem, a título póstumo, o autarca considerou que Nhu Puxin foi um “exímio fazedor de cultura” que não se esquecia das suas origens, mantendo durante a sua juventude uma ligação afectiva com o município de São Miguel, onde aproveitava todas as oportunidades para brindar as pessoas com “gaiatices encantadoras”.

A homenagem, segundo o autarca, é para perpetuar e eternizar a sua memória, valorizar o seu trabalho e o contributo que deu para a cultura cabo-verdiana.

“Foi um grande democrata, promotor da liberdade, mas também um grande artista e, enquanto cidadão e humorista, em todos os locais por onde passava falava de São Miguel, que era o seu amor maior, onde viveu juntamente com os seus pais durante alguns anos”, descreveu o autarca, realçando que foi um grande defensor da elevação da então freguesia de São Miguel Arcanjo à categoria de município, além de ter liderado grandes projectos na área da cultura.

Marcos Velhinho, um dos filhos do homenageado, lembrou com emoção e satisfação o poder do seu pai em fascinar as pessoas com o seu trabalho e arrancar as gargalhadas de todos e que hoje é uma “figura incontornável do humor e da cultura cabo-verdiana”.

“No fundo Nhu Puxin foi uma pessoa alegre, que fazia todos rirem, apesar de uma certa timidez dos cabo-verdianos, mas ele sempre deu uma força ao seu povo”, relembrou, sublinhando que ele também, além de humorista foi músico, actor de teatro, foi o primeiro homem a falar crioulo na rádio, o primeiro a falar o crioulo na televisão.

É de lembrar que o humorista cabo-verdiano Nhu Puxin, foi vocalista da banda Sodade, em 1969, e apresentador de vários programas radiofónicos e televisivos, tendo falecido no passado 26 de Abril, nos Estados Unidos da América, aos 82 anos, vítima de doença prolongada.

Inforpress

 
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda