“Cretcheu”, novo disco de Mário Lúcio resulta de um ‘enlace musical’ com Coro e Orquestra Gulbenkian

Trabalho será apresentado em Cabo Verde na segunda fase da tour ML 60, em maio.

Lançado online no primeiro dia de março, “Crectcheu” é o novo disco de Mário Lúcio que resulta de um “encontro entre o artista cabo-verdiano e uma das mais prestigiadas orquestras europeias, a Gulbenkian (Portugal)”.

Além de estar disponível nas plataformas digitais, o disco, também foi disponibilizado em CD e Vinil, avança a nota de imprensa da produtora Insulada, e acrescenta que o trabalho “será apresentado em Cabo Verde na segunda fase da tour ML 60”, que acontece em maio.

A mesma fonte adianta que “Cretcheu” tem 10 temas, cinco do autor e cinco mornas que, segundo Mário Lúcio, são ícones, dos compositores Abílio Duarte, Eugénio Tavares, B. Leza, Djirga e Ano Nobo.

De salientar que o trabalho resulta do encontro musical entre o artista cabo-verdiano e o Coro e a Orquestra Gulbenkian no âmbito de dois concertos realizados em Lisboa na Fundação Calouste Gulbenkian, em junho de 2022.

“Esteticamente, projectei este disco de modo a que o ambiente, a toada e o sentimento da minha música, a tradicional e a autoral, encontrassem a música do Outro. A minha música vem de muitas músicas, muitas músicas têm também da minha. A proposta não é trazer a música tradicional, ou popular, para o ambiente sinfónico, nem o inverso, mas, sim, conseguir uma confluência, um enlace,” diz Mário Lúcio, citado no comunicado.

De recordar que Mário Lúcio começou 2024 com o tour ML60 em alusão à celebração dos 60 anos com concertos de Voz e Violão num total de 60 espetáculos que vão passar pelas ilhas de Cabo Verde e pelo exterior.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda