Cruzeiros do Norte realiza desfile sobre biodiversidade e aves marinhas na praia da Laginha 

O grupo Cruzeiros do Norte realizou ontem, dia 6, um desfile carnavalesco na praia da Laginha, no âmbito do documentário “Aves Marinhas e Aves Selvagens de Cabo Verde – Preservação da Biodiversidade” para alertar as pessoas sobre a preservação destas espécies.

Esta informação foi avançada à Inforpress, pelo diretor de Carnaval e mestre de bateria, Nuno Costa, na praia da Laginha onde preparava a logística para o desfile com os demais membros da organização.

“A nossa intenção é fazer uma chamada de atenção às pessoas em relação a praias limpas, qual é a importância dos nossos oceanos estarem limpos, o que é que os lixos trazem de mau para os seres vivos que habitam no mar”, afirmou.

Segundo aquele responsável, no ano passado fizeram um projeto semelhante na praia de João Évora por causa da pandemia. Mas este ano vai acontecer na praia da Laginha e o tema vai incidir sobre aves marinhas, as existentes em Cabo Verde, as selvagens e as migratórias e a biodiversidade porque estas espécies estão constantemente sob ameaças e há muitas que correm o risco de extinção.

“Temos a informação que desde 2016 a ave marinha Fragata não está a ser vista em Cabo Verde e este facto faz parte da música do Cruzeiros para este desfile. À semelhança do ano passado teremos música original, um videoclipe e um documentário”, acrescentou.

Conforme a mesma fonte, o grupo promete apresentar um desfile grandioso com nove alas, dois carros alegóricos, destaques, deusas, passistas, bateria, rainha de bateria e carro de som.

Os adereços e indumentárias foram produzidos a partir do lixo e materiais reciclados que recolheram nas praias do Lazareto, Cova de Inglesa, Lajinha e São Pedro. Entre as nove alas, explicou, estará um somente constituído por professores que costumam fazer desfiles com materiais reciclados.

“Teremos mais alas, mais fantasias, apesar de aproveitarmos muitos materiais reciclados. Mas trabalhar com reciclados não é fácil. Temos um grupo de professores numa ala que faz um desfile muito bonito e louvável de reciclados e aliamos isso à mensagem educativa que transmitem”, concretizou Nuno Costa, para quem “o desfile dará a oportunidade aos emigrantes de sentirem um cheiro do Carnaval”.

Para o diretor de Carnaval, apesar de ser um projeto ambiental, este é também o Carnaval de Verão do Cruzeiros do Norte neste ano.

“Para nós este será o nosso Carnaval de Verão este ano. O Cruzeiros do Norte tem a pretensão de manter este projeto anualmente, vamos fazer tudo para que isso aconteça e isso não vai impedir de participar no Carnaval de Verão oficial com os outros grupos”, assegurou.

Conforme Nuno Costa, a ideia do grupo é manter fixo o desfile ambiental na Laginha ou realizá-lo a cada ano numa praia da ilha de São Vicente.

No entanto, lembrou que “isso exige uma logística muito grande”, mas diz que o Cruzeiros do Norte espera “ter mais parceiros no próximo ano porque se trata de um desfile que apela à responsabilidade social”.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda