Depois do fecho das votações online, Mário Marta lidera lista final de nomeados dos CVMA 2022

Depois do fecho das votações online a 20 de agosto, foram hoje, dia 28, divulgados os mais de 30 artistas nomeados finais nas 17 categorias dos Cabo Verde Music Awards, CVMA.

A organização dos Cabo Verde Music Awards divulgou hoje, dia 28, num evento na cidade da Praia, a lista dos artistas nomeados para os prémios da música cabo-verdiana.

Mário Marta, que era o artista mais pré-nomeado, manteve a preferência do público nos CVMA 2022 e segue em frente com 4 nomeações. Seguem-se June Freedom, com 3 nomeações, MC Prego Prego também com 3 e uma participação e Dino D’ Santiago também com três.

Já Dynamo regista duas nomeações e duas nomeações em colaborações, Neuza e Mureno também duas nomeações cada e uma nomeação cada em colaborações, Elida Almeida, William Araújo, Dieg, Nenny, Rapaz 100 Juiz e Batchart também com duas nomeações.

Os restantes artistas nomeados somam uma nomeação entre as 17 categorias a concurso, sendo que 14 destas estiveram disponíveis para votação do público de 7 de julho a 20 de agosto.

Quanto ao SOS Mucci que tinha renunciado publicamente às prenomeações, a diretora de comunicação dos CVMA, Soraia de Deus, explicou que o artista “não tinha dado qualquer indicação oficial à organização de que não estaria disponível para as prenomeações que tinha aceite previamente”, mas que nesta fase já não está nomeado.

“Obviamente, que a organização não ficou alheia a todas as comunicações nas redes sociais que foram feitas pelo artista e neste momento, chegando à fase das nomeações, nós perguntamos ao management do artista se ele estaria disponível para continuar no processo ou não e eles disseram-nos que não e, portanto, nesta fase, entendemos por bem, retirar o artista das nomeações efetivas”, explica Soraia de Deus e acrescenta que quando as notícias da renúncia vieram a público o processo de votação online já tinha iniciado e “era injusto para o artista que entrasse a seguir entrar em desvantagem (perante os votos que o SOS Mucci já tinha adquirido)”.

Em declarações aos jornalistas, o presidente do júri Osvaldo Moura, mais conhecido por DJ Vava, garantiu que a seleção dos pré-nomeados é um processo que leva algum tempo e que cada vez há mais trabalhos a selecionar, apesar de este último ano ter sido atípico por causa da pandemia.

O representante do júri afirmou ainda que os jurados reagem com normalidade quanto a algumas críticas sobre a ausência de um ou outro artista nos nomeados e explicou que “os jurados têm um trabalho árduo ao avaliar os trabalhos (a concurso) e que têm vários critérios a preencher”.

Segundo ainda a diretora de comunicação dos CVMA, a organização tem notado um aumento na participação do público no processo de votação online.

“Tivemos mais de dez mil votações. Foi um recorde, em relação aos anos anteriores, e que prova efetivamente que os CVMA cumprem o seu objetivo que é sim, premiar a música de Cabo Verde, mas também premiar a música que se ouve em Cabo Verde e que o público aceita como a música que ouve no seu dia-a-dia”.

Bilhetes começam a ser vendidos um mês antes

A gala acontece a 1 de outubro, Dia Mundial da Música, no mesmo local que a edição anterior, no Largo Amílcar Cabral, e os bilhetes para o evento começam a ser vendidos online e por lotes a partir da próxima semana.

Na próxima semana vão ser igualmente anunciados os apresentadores da gala, bem como os artistas que vão atuar no evento que acontece.

A nível de causa social, a edição deste ano vai apoiar a luta contra a violência baseada no género e contra a violência sexual contra crianças e adolescentes.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda