Dia Nacional da Cultura: Centro Cultural do Mindelo recebe “concerto comentado” de Kiki Lima 

O Centro Cultural do Mindelo (CCM) acolhe hoje, entre outras actividades, um “concerto comentado” do artista Kiki Lima para celebrar o Dia Nacional da Cultura, assinalado hoje, avançou o director do CCM.  

Conforme António Tavares, Kiki Lima será um dos protagonistas desta celebração, que arrancou na manhã de hoje, mas que decorre até o mês de Novembro.  

Sob a batuta de “Inoverança”, o artista, natural de Boa Vista, mas residente em São Vicente, vai interpretar, juntamente com o seu irmão Mike Lima, algumas mornas da sua autoria, e não só, comentando a origem da morna da sua terra natal e a sua relação com Eugénio Tavares, patrono do Dia Nacional da Cultura.  

Para além deste evento, marcado para o final desta tarde, o CCM também acolhe quatro exposições de quatro artistas, em simultâneo, que têm como tema a “Dez-Construção da imagética cabo-verdiana”. 

“A intenção é fazer a construção, mas também a desconstrução da cultura destas ilhas através dos olhares de vários artistas”, explicou António Tavares, referindo-se às exposições “Da Rua de Praia à Praça Estrela”, de Kiki Lima, “Objectos e desenhos, de Bento Oliveira, “Alegoria do Retrato”, de Tchalé Figueira, e “Fotografias sobre a nossa gente de Santo Antão à Brava”, de GMG Montonari. 

O Dia Nacional da Cultura e das Comunidades foi instituído pelo Governo, em Novembro de 2011, com o intuito de celebrar tanto a cultura, como as comunidades, uma data que, segundo o director do CCM, deve ser aproveitado para “louvar o nosso legado e pensar como projectá-lo”.

“Tenho que projectá-lo com a academia, com os investigadores, para que possamos formar os mais pequenos e permitir que estes os entendam e o possam traduzir em obras”, sustentou a mesma fonte, para quem é “preciso ir do legado à ficção”. 

A data está a ser celebrada em São Vicente com diversas actividades até meados de Novembro, mas também em outras ilhas, sob o lema “A cultura que nos une”. 

A data homenageia o dia de nascimento de um dos maiores literatos da história de Cabo Verde, o poeta Eugénio de Paula Tavares, de acordo com a organização, falecido aos 63 anos na Vila Nova Sintra, ilha Brava, a 01 de Junho de 1930. 

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest