Escola Abílio Duarte acolhe exposição “Cabo Verde, da descoberta aos nossos dias – um olhar através dos objectos”

A Escola Secundária Abílio Duarte, na Cidade da Praia, acolheu hoje a primeira exposição do projecto “Museu vai à Escola” intitulado “Cabo Verde, da descoberta aos nossos dias – um olhar através dos objectos”.

“Museu vai à Escola”, segundo o director nacional dos museus, Adilson Dias, é um “projecto ambicioso” que o Instituto do Património Cultural (IPC) vem trabalhando, em parceria com o Ministério da Educação, com o objectivo de levar os museus para as escolas, levar o património para a escola e dinamizar aquilo que é a educação patrimonial.


“Os museus têm de posicionar-se como elementos fundamentais dentro do sistema de ensino-aprendizagem e hoje, estar aqui, é mais um passo que estamos a dar, principalmente, numa época de pandemia, onde tivemos uma queda significativa de entrada nos museus, cujo público predominante eram os estudantes”, informou.


Através desta exposição, sublinhou, estão a complementar as informações que os alunos têm na sala de aula, mas com uma realidade mais prática.


Nesta exposição, explicou, estão patentes objectos de arqueologia subaquática e de arqueologia terrestre que contribuíram para o início do povoamento do arquipélago e um conjunto de objectos da etnografia.


“O objectivo desta exposição é adoçar o apetite para os museus, para descobrirmos ou reinventarmos os museus num período pós-pandemia. Neste momento, tendo em conta as contingências da pandemia, estamos a trabalhar com escolas secundárias, mas o projecto é nacional e para todas as faixas etárias e ciclos de ensino”, afirmou.


A exposição “Cabo Verde, da descoberta aos nossos dias – um olhar através dos objectos” ficará patente até ao dia 30 de Abril na sala de multiuso da Escola Abílio Duarte, no Palmarejo.

 

Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda