Festival de Batuque e Finason arranca hoje com tributo à Maninha Borsi

A segunda edição do Festival de Batuque e Finason “Bibinha Cabral” arranca esta tarde, pelas 16:00, no Tarrafal de Santiago, com “grande tributo” a falecida promotora destes dois géneros culturais de Cabo Verde Maninha Borsi.

O certame, que vai decorrer em frente ao Mercado de Artesanato e Cultura, no centro da cidade do Tarrafal e sob o lema “Batuco nós Tradison (batuque, nossa tradição, em português)”, de acordo com uma nota da Câmara Municipal do Tarrafal, está enquadrado nas comemorações do Dia Nacional do Batuque, assinalado pela segunda vez hoje, 31 de Julho.

Segundo a mesma fonte, pretende-se com esta iniciativa, realizada em parceria com os grupos de batuque desse município do interior de Santiago, celebrar, fomentar e promover a união e a solidariedade entre os vários grupos de batuque e finason da ilha de Santiago, bem como enobrecer e valorizar este género cultural cabo-verdiano.

O concerto de homenagem à Maninha Borsi vai contar com atuação de 23 grupos de batuque, sendo 10 locais e 13 dos vários municípios da ilha de Santiago.

A lei que estabelece o 31 de Julho como Dia Nacional do Batuque entrou em vigor a 06 de Maio 2021, visando a valorização do mesmo como um dos géneros musicais mais antigos de Cabo Verde.

A iniciativa tem como objetivo reconhecer a sua importância como Património Nacional além de louvar os intérpretes e aqueles que ajudaram na criação do universo cultural diversificado que expressa, no batuque, a alma cabo-verdiana e reconhecer os direitos humanos, os direitos dos cidadãos, das populações e das mulheres.

Batuque é um género musical cabo-verdiano, tradicionalmente executado por mulheres, que se baseia na percussão e no canto e dança. É um património cultural de Cabo Verde, principalmente na ilha de Santiago.

O batuque, segundo dados históricos, é um género musical originário da ilha de Santiago, com características padrões, desde o século XVIII, sendo provavelmente o género mais antigo de Cabo Verde.

O Dia Nacional do Batuque é comemorado por toda a nação cabo-verdiana, no País e na diáspora.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest