Filme de animação “A fita cor-de-rosa” estreia este sábado no Auditório Nacional

O Auditório Nacional, na cidade da Praia, vai ser palco este sábado da estreia do filme de animação “A fita cor-de-rosa” em 3D, uma adaptação do livro da autoria do escritor Odair Varela produzida pela Jovemtudo Cabo Verde.

Este filme de animação, segundo a produtora, traz as cores e texturas de Cabo Verde acompanhado de uma trilha sonora original, com texturas compostas a partir de imagens locais, vozes de personalidades e criativos nacionais.

Com esta produção, conforme disse à Inforpress o seu autor, Odair Varela, pretende-se dar contributo à produção audiovisual, levar Cabo Verde para o mundo, por forma a conseguir alcançar outros públicos.

“Optamos por fazer o 3D também por ser algo muito inovador no cenário em Cabo Verde, um projeto que queremos abraçar para levar o nome de Cabo Verde na área da animação e do desenho animado para o mundo”, contou.

Para a realização do filme “A fita cor-de-rosa” enumerou algumas dificuldades indicando razões técnicas e financeiras, contudo, afirmou que foi uma realização possível em termos de imagem, mas, assegurou que o público pode esperar algo de qualidade.

A animação de curta-metragem que mistura a aventura e o drama pretende projetar a produção audiovisual de Cabo Verde em circuitos de exibição não comerciais, e para isso, Odair Varela tenciona levá-la a festivais de curtas e animação internacionais.

“São procedimentos narrativos que acreditamos serem capazes de agarrar a atenção do público-alvo definido nesta animação. Foi dada uma atenção especial às texturas transpostas de imagens de cenários reais das ilhas de Cabo Verde para compor o ambiente da animação e assim traduzir climas e emoções através das imagens”, garantiu.

O filme, uma realização de Mon de Anjo conta com as vozes de Daniel Medina (no papel de narrador), Mirtô Veríssimo (no papel de Li Rau Mau-Mau) e Éder Xavier (no papel de Li-Bai, o Pombo Pomposo) e tem uma trilha sonora original cantada por Joel Almeida, Romeu di Lurdes, Ana Lisboa e Leroy Pinto.

A estreia nacional acontece este sábado, 13, pelas 18:30, no Auditório Nacional, cujo preço de entrada custa 200 escudos.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us

Agenda