Livro “O Sonho de Amadeu”, de Leonardo Oliveira, vence 6ª edição do Prémio Literário UCCLA

O brasileiro Leonardo Oliveira venceu a sexta edição do Prémio Literário UCCLA – Novos Talentos, Novas Obras em Língua Portuguesa com a obra “O Sonho de Amadeu”, revelou hoje a organização.

De acordo com a nota de imprensa enviada pela União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa, (UCCLA), a obra é “prosa trabalhada, frase curta, paisagens urbanas, no prólogo que é já um trabalho de ficção, ou o início do fingimento, onde o autor fala depois da morte, como se a narrativa viesse dum além-túmulo sobressaltar-nos”.


Nascido em 1983 em Paracambi, interior do Rio de Janeiro, Leonardo Costa de Oliveira é geólogo, mestre em análise de bacias sedimentares e doutor em geociências. Foi professor assistente na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) entre 2009 e 2013 e actualmente trabalha como geofísico na sede da Petrobras, no centro do Rio de Janeiro.


A sexta edição contou com a participação de 699 candidaturas oriundas de Angola, Cabo Verde, Brasil, Canada, Espanha, Portugal, Alemanha, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe entre outros.


O prémio literário é uma iniciativa conjunta da UCCLA, da Editora A Bela e o Monstro e do Movimento 2014, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa.


O objectivo do prémio é estimular a produção de obras literárias, nos domínios da prosa de ficção (romance, novela e conto) e da poesia, em língua portuguesa, por novos escritores.


O prémio foi lançado em 2015 e distinguiu, na 1.ª edição, o romance “Era Uma Vez Um Homem” da autoria de João Nuno Azambuja, de Portugal, e, na 2.ª edição, a obra “Diário de Cão” de Thiago Rodrigues Braga, de Goiás, Brasil.


Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda