Mindelact: Vinicius Piedade volta a Mindelo para apresentar peça “Hamlet Cancelado”

O actor brasileiro Vinicius Piedade regressa mais uma vez à cidade do Mindelo para apresentação do espectáculo “Hamlet Cancelado”, que marca o quarto dia do Festival Internacional de Teatro do Mindelo – Mindelact.

O actor, que falava hoje em conferência de imprensa, no Mindelo, apontou Cabo Verde como um dos países para onde mais tem trazido as suas peças, que, normalmente, leva para turnés mundiais.

“Levo as minhas obras para diversos países e Cabo Verde, desde 2014, tenho voltado com cada obra nova que estreio e tem sido sempre emocionante vir a Cabo Verde e vivenciar esta atmosfera, para além de fazer a minha obra”, sustentou Vinicius Piedade, para quem é “muito precioso” vivenciar a cidade do Mindelo e reencontrar as pessoas.

O actor apresenta-se hoje no Palco 1 do Mindelact, no Centro Cultural do Mindelo (CCM), com o monólogo “Hamlet Cancelado”, que representa o cancelamento de uma peça de Shakespeare, em que “um figurante inconformado com o cancelamento decide levar para o palco o que seria se tivesse sido”, descreveu Piedade, que é co-autor do texto e director do espectáculo.

Durante a conferência de imprensa foi ainda apresentado os detalhes da peça “Love Letters” do grupo Margins Theatre, dos Estados Unidos da América, que será uma estreia absoluta nesta terça-feira, 09, também no CCM.

Paulo Figueira, angolano, que faz parte do elenco juntamente com Rebecca Klein, descreveu “Love Letters” como uma “linda história de amor”, a ser exibido pela primeira vez no festival de teatro do Mindelo para mostrar a “importância de se manter o amor e a esperança quando as relações não resistem às tentações da vida”.

A agenda de hoje no Mindelact completa-se com a peça “Malone” da Companhia Craq´otchod de São Vicente, no palco 2 da Academia Livre das Artes Integradas do Mindelo (ALAIM), com o “The Road” dos Darling Desperados, da Suécia, em “Outros palcos”, no Mansa Floating Hub, com a oficina “Acrobacia de solo” de Gaspar Ribeiro, Cabo Verde, e “Amílcar Geração” do CulturProject de Portugal, na extensão do festival na Cidade da Praia.

 

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest