Morreu músico e compositor Antero Simas

O músico e compositor Antero Simas morreu hoje, nos Estados Unidos da América, aos 69 anos, vítima de doença prolongada, anunciou o ministro da Cultura do país, dizendo que hoje é um dia de “luto nacional”.

“Apesar de já ser esperado, devido ao estado de saúde, na última homenagem vimos o estado bastante debilitado que o Antero estava, é uma grande perda para a cultura nacional, principalmente por ser um autor que escreveu grandes hinos, nomeadamente ‘Doce Guerra’, que acaba por eternizar o seu legado”, reagiu Abraão Vicente, na ilha do Sal, onde está a participar na 4.ª edição do Cabo Verde Investment Fórum (CVIF), que decorre até sexta-feira.

“Sem dúvida é um dia triste para a cultura cabo-verdiana, perde-se um músico, um compositor de fina pena e que influenciou muitas gerações de músicos cabo-verdianos. Hoje é um dia de luto nacional absoluto”, prosseguiu o ministro.

O ministro disse que o Governo vai agora enviar as condolências à família e pensar como é que pode “homenagear devidamente” Antero Simas, lembrando que já recebeu todas as condecorações do Estado de Cabo Verde.

Antero Simas nasceu na cidade da Praia, em 07 de outubro de 1952, mas viveu grande parte da sua vida na ilha do Sal e ultimamente, por razões de saúde, estava nos Estados Unidos da América.

Em abril, foi distinguido com o Prémio Carreira na primeira gala da Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM).

 

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda

Pode gostar também

Follow Us

Deixe um comentário