Nossa Senhora do Monte: Festival música marcado pela fraca adesão do público e um atraso de quatro horas

O festival de música realizado este sábado, 13, em Nossa Senhora do Monte, ficou marcado pela fraca adesão do público e por um atraso de quatro horas no arranque, além de atrasos na troca de artistas.

O certame, que é uma das atividades do programa para comemorar mais um aniversário da vila e da santa padroeira, assinaladas a 15 de Agosto, tinha o início previsto para às 23:00 de sábado, mas só arrancou por volta das 02:00 da madrugada de domingo.

A abertura esteve ao cargo dos artistas locais, dentre eles Ney Miranda e Banda, que foi seguido por outros artistas como Sandy Kardy, Fogo em Chama, MC Walter, Kingston e Christian Mendez, entre outros, tendo o encerramento ficado a cargo do Cjames que subiu ao palco depois das 06:00.

O público deu nota negativa ao certame já que, além de considerar o preço dos bilhetes (800 e 1000 escudos) “um pouco exagerado”, justificam que os artistas e o tratamento que o público teve não valeu este dinheiro, mas também reclamou do atraso inicial e nas demoras para a troca dos artistas, tendo casos que duravam mais de 30 minutos.

Nos arredores do polivalente de Nossa Senhora do Monte encontravam-se dezenas de pessoas a deambularem de um lado para o outro, preferindo ficar nas barracas que ali funcionavam do que pagar dinheiro para assistir ao espetáculo musical.

Entretanto vendo a fraca adesão e a falta de interesse das pessoas para comprar bilhetes e apoiar os artistas nos shows, a JN Eventos – empresa organizadora do certame, resolveu deixar as portas abertas, tendo assim aumentado um pouco o número de espectadores e apoiantes dos artistas que desfilaram no palco Nossa Senhora da Graça 2022, embora tenha tido aqueles que, mesmo de graça, não entraram.

Em declarações à Inforpress, Jeklin Gonçalves, um dos membros do grupo organizador lamentou o “fiasco” que foi o festival de música, acreditando que as atividades que estão a ser realizadas na localidade de Furna também “condicionaram o sucesso do evento”, sem descartar as questões ambientais tendo em conta que ameaçava chover.

Quanto a ocorrências, realçou que tudo decorreu na normalidade, ou seja, sem casos de realce.

Hoje este mesmo grupo tem agendado uma tenda eletrónica, no polivalente de Nossa Senhora do Monte.
O ponto alto das atividades acontece no dia 15, com a missa solene em honra a Nossa Senhora do Monte, com partida da procissão às 10:00 da localidade de Tomé Barraz.

Logo a seguir a missa serão realizadas algumas actividades culturais típicas da ilha, seguido do almoço tradicional e, no final do dia, haverá a actuação do Orfeão da Brava.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us

Agenda