Organização dos CVMA promete “encher os contentores” do Porto da Praia de “música, cultura, alegria e emoção”

A gala dos Cabo Verde Music Awards (CVMA) está de volta à cidade da Praia e vai acontecer este sábado, dia 1 de junho, no Terminal de Contentores do Porto da Praia.
Soraia Deus

A diretora de comunicação dos Cabo Verde Music Awards (CVMA), Soraia Deus, avançou à imprensa na tarde de quinta-feira, dia 31, que toda a logística do certame está a ser desafiadora, visto que nunca tinham realizado este evento num ambiente rústico. A organização está com muitas expectativas para saber como o público vai receber este novo espaço.

De acordo com a mesma fonte, a cidade da Praia é o local nativo dos CVMA o que não quer dizer que este evento não vá migrar para as outras ilhas do país, mesmo sendo a casa mãe a Praia. No ano passado, a gala foi realizada na ilha do Sal e, segundo Soraia Deus, o público da ilha foi maravilhoso, mas que na Praia tem mais emoção. “Temos um público mais incrível e que vibra bastante com os artistas, visto que aqui eles têm um número considerável de fãs. Mas ir para a ilha do Sal foi mostrar que é possível realizar este evento nas outras ilhas com um público mais turístico”.

Em declarações à imprensa, a diretora da comunicação do evento diz que está a ser uma logística “ambiciosa, ousada e desafiadora”. “A Enapor tem sido um parceiro incrível e com muita disponibilidade para nós. Conseguimos montar toda a estrutura durante 15 dias e faltam só os últimos detalhes”.

“Estamos a propor (ao público) uma viagem, vamos encher este contentor de música, alegria, cultura e emoção (…)”.

Avançou que os materiais mais pesados e a logística mais complicada já estão no local da gala e que agora é só uma questão de horas para a estrutura ficar pronta.

A organização está com muitas expectativas de realizar a gala no Terminal de Contentores do Porto da Praia e saber como as pessoas vão receber este espaço. “Estamos a preparar uma viagem em que vamos encher os contentores de música, de cultura, de alegria e emoção e as pessoas vão fazer esta viagem com a música de Cabo Verde”.

Os bilhetes para a gala estão a esgotar nos locais de venda, segundo adianta, agora só se encontram bilhetes em dois locais, nomeadamente na livraria Nhô Eugénio e na loja Team Love. A mesma acredita que se tudo correr bem brevemente os bilhetes que restaram vão esgotar e no sábado vão estar com a casa cheia.

Por outro lado, diz que a interação com os artistas está a ser ótima e a maioria já se encontra na cidade da Praia. “(A gala ) CVMA é uma das poucas oportunidades que existe para que os artistas estejam todos juntos e nestes dias estão em clima de convívio com agendas de várias atividades, nomeadamente projetos de responsabilidade social, ensaios de preparação para o evento de sábado, entre outros”.

“Estão todos felizes e curiosos como que vai ficar a sala de espetáculo. Este ano a maioria dos artistas vai estar presente na gala e só três é que vão estar ausentes: a cantora Élida Almeida, Lonny Johnson e Garry”, adiantou.

A gala vai contar com uma homenagem à malograda cantora Sara Tavares, com a participação do cantor e compositor Alberto Koenig, entre outros artistas surpresa.

Questionada sobre o que o público pode esperar da noite de sábado, dia 31, Soraia Deus diz que a gala vai ser uma verdadeira festa da música cabo-verdiana. “Muitos sorrisos e lágrimas porque o que temos planeado vai arrancar muita emoção do público presente e muitos aplausos para os embaixadores da música de Cabo Verde”.

O certame vai contar com a atuação de nomes como Diogo Piçarra, Beto Dias, Nancy Vieira, Jimmy P e Neyna, tendo os artistas Djodje, Garry, Soraia Ramos e Assol Garcia com mais nomeações este ano. O evento terá como apresentadores oficiais Kathy Moeda e José Carlos Malato, que já estão no país.

Cidália Semedo/Estagiária 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda