Prestes a celebrar um ano, programa radiofónico “O G da Questão” vai ser editado em livro

O programa conduzido pela jornalista Lourdes Fortes e a antropóloga Celeste Fortes é transmitido semanalmente na Rádio Morabeza e procura "dar voz a assuntos tantas vezes tabu, para que possam entrar na normalidade das nossas sociabilidades".

“Porque é que há assuntos de que as mulheres não falam? Será porque são assuntos pessoais e acham que são experiências únicas que não podem ser vividas por outras mulheres? Ou será porque nos ensinam, desde há muito, a cultivar o silêncio?”, são alguns dos questionamentos que levaram a jornalista Lourdes Fortes e a antropóloga Celeste Fortes a apostar no início de 2022 num programa radiofónico “como nenhum outro”.

Segundo comunicado, o desejo é “trazer para o espaço público, através dos media, assuntos que nos dizem muito, que experimentamos, que vivemos, mas que guardamos para nós mesmas”.

Assim, todas as terças-feiras, na Rádio Morabeza, ambas as apresentadoras “recebem convidadas das mais variadas origens e com os mais diversos percursos”. Prestes a completar um ano, o programa já contou com duas dezenas de temas, numa temporada com perto de quarenta episódios.

A evolução para um livro pareceu natural, avança o mesmo documento citando as autoras. “Das dezenas de comentários positivos que recebemos, de tantas mensagens de incentivo, resultou a convicção de que poderíamos ir mais além, passando a texto o essencial dos programas ouvidos na Rádio Morabeza ou na internet”.

Segundo mesmo documento, a obra é dividida em três partes, tendo como critério a palavra-chave que orientou os diferentes episódios.

“À primeira parte chamamos “Corpo” e nela olhamos para os nossos corpos femininos enquanto tela de inscrição das expectativas e pressões culturais. Na segunda. “Sexualidade”, discutimos o sexo no feminino nas suas múltiplas dimensões. Finalmente, na terceira parte entramos no universo da “Maternidade”, explorando-o para lá do óbvio.”

De acordo com a mesma fonte, a materialização da obra O G da Questão contou como apoio do Fundo das Nações unidas para a População (UNFPA), pelo instituto Cabo-verdiano para a Igualdade e Equidade de Género (ICIEG) e pelo Centro de Investigação e Formação em Género e Família (CIGEF) da Uni-CV.

O livro “O G da Questão”, que tem prefácio da escritora Dina Salústio e capa do artista plástico Yuran Henrique ,será lançado na próxima sexta-feira, 27, pelas 17h30, no Auditório da Biblioteca Nacional, na cidade da Praia, e a apresentação estará a cargo de Lúcia Cardoso.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda