Retrato, o álbum que espelha a vida de Badoxa

De visita ao país, o artista diz que ambiciona lançar uma coladeira ou funaná e, quiçá, gravar com o Tony Fika.

Depois de sete anos sem lançar um álbum, Badoxa retorna com ‘Retrato’, o terceiro trabalho com 15 faixas inéditas escritas durante a pandemia, sendo a maioria delas baseadas na experiência do músico. Em entrevista ao Balai, o cantor partilha que durante os meses de confinamento escreveu mais de 30 músicas que planeia lançar como singles ou parcerias.

“Foi um processo muito grande, bom e criativo. Tive tempo para parar, pensar e corrigir”, diz e acrescenta que o trabalho levou um ano e meio para ser concluído.

O nome do álbum deve-se ao facto de ser uma espécie de espelho, retrato da vida de Badoxa, onde se misturam ritmos africanos e onde também canta em crioulo e português.

Por isso aconselha os fãs a ouvir as canções do álbum que entrega uma variedade de sons como coladeira, tarraxinha e Kizomba, um género característico de Badoxa. “É um álbum com vários estilos, é muito difícil tentar agradar todos, mas também se não arriscarmos fica difícil saber”, afirma.

“Djan sta prontu, água di koku na nha mon, tudu na pontu mi djan sta na vibe” é um trecho da canção “Panko”(que significa ‘apaixonado à primeira vista’) cujo vídeo foi gravado na ilha do Sal. A música fala sobre o amor à primeira vez e a vontade de estar sempre perto da pessoa amada. “Estou viciado nela e arrasto-me no chão por ela”, explica o artista, entre risos, acrescentando que a faixa surgiu em estúdio juntamente com a sua equipa e amigos em que juntos criaram a música.

Se por um lado “Panko” passa a ideia de paz e alegria, a música “Mulher Africana” retrata as dores e dificuldades das mulheres da África e para Badoxa foi a faixa que “mais mexeu com ele”. O clipe também foi gravado no Sal foi feito na localidade de Feijoal onde as famílias ainda enfrentam problemas como a falta de iluminação e de água potável. O vídeo é um “tributo à mulher africana” em que mostra uma mãe cuidando dos filhos, carregando a água, lavando roupas e andando quilómetros a pé. “Eu lembro de estar a gravar e começar a chorar, parecia que estava a viver a história”, relembra.

A sétima faixa tem o nome “Forever” e é uma parceria com o cantor G.One, Badoxa conta que por ser um estilo diferente usada mais em músicas de verão teve dificuldade em encontrar um companheiro para a canção. Por isso, a faixa passou mais de quatro anos na gaveta. A letra que mistura inglês e português é uma carta de amor a uma pessoa num pedido para uma viagem juntos: “Vamos ficar forever, vamos viajar só nós os dois together, mulher mais linda da minha life”.

Questionado sobre futuras parcerias musicais, Badoxa reafirma o desejo de cantar lado a lado com Tony Fika porque o artista se identifica com as canções do cabo-verdiano.

Das 15 faixas do álbum, cinco já têm videoclipe, nomeadamente “Mulher Africana”, “Panko”, “365”, “Nu Baza” e “Eu por Ti” com Kiari Flores.

“Já sou da casa”

Edgar Correia, mais conhecido por Badoxa é filho de pai cabo-verdiano e mãe angolana. Entrou para o mundo da música aos 12 anos quando cantava nos bares. Em 2014 lançou o seu primeiro álbum “Minhas raízes” e dois anos depois “Memórias”.

“Eu já sou da casa, sempre que venho cá sinto-me bem e o povo me recebe super bem. Estou cá e venho sempre buscar as minhas raízes”, diz Badoxa que visita o país pela sexta vez, sendo que a primeira vez foi em 2015. O artista revela que recebeu muitos elogios e está a aproveitar para comer comida cabo-verdiana e passear pelas praias.

Para o ano, o cantor promete muitos concertos para apresentar os temas do álbum e não só e diz que as informações serão brevemente anunciadas nas redes sociais do artista.

Com cerca de 19 anos de carreira, Badoxa se define como: “brincalhão 24 horas por dia”. “Sou a mesma pessoa e nunca hei de mudar”. Estou mais responsável e com uma nova visão”, conclui, acrescentando que deseja criar músicas dentro dos géneros Coladeira ou Funaná.

Celine Salvador / estagiária

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda