São Vicente: A mais de 24 horas da abertura da bilheteira já há largas dezenas de “lugares marcados” na fila

O cenário nas imediações do Estádio Adérito Sena, junto à única bilheteira para a venda dos bilhetes para aceder às bancadas do Carnaval, é de pedras, caixotes, papelões e cadeiras colocadas por pessoas que “marcam lugares” na fila.

Conforme constatou a Inforpress, tal ocorre a mais de 24 horas da abertura da venda dos bilhetes e a cena surpreendeu pessoas que transitavam naquela avenida na manhã de hoje, já que, perguntavam, se cada pessoa pode comprar apenas dois bilhetes, qual a necessidade de, inclusive, dormir ali para guardar um lugar.

“A não ser que estejam a preparar um negócio de venda de lugares na fila, e não de revenda de bilhetes”, comentou uma jovem, estupefacta com o cenário.

Um outro cidadão deixou a receita: a câmara devia “mandar retirar todo este lixo”, afastar as pessoas, a Liga Independente dos Grupos Oficias do Carnaval – São Vicente (LIGOC-SV) colocar ali dois fiscais e a polícia enviar agentes para evitar esta “cena lamentável”.

Há, inclusive, nomes de “donos de marcação” escritos na parede do estádio, o que danifica a pintura, sem contar com o lixo que se vai ali acumular até a abertura da bilheteira, às 08:00 de sábado, 10, comentou um outro cidadão.

A Inforpress tentou contactar a LIGOC-SV para outros esclarecimentos, contudo a procura não resultou.

Os bilhetes para ver os desfiles só serão vendidos em dinheiro vivo e não se aceita pagamentos com cartão vinti4 e visa.

De acordo com a LIGOC-SV, as bilheteiras abrem sábado, 10, e domingo, 11, das 08:00 às 18:00.

Para os desfiles do Samba Tropical, no dia 12 de Fevereiro, os bilhetes para ver o desfile na Rua de Lisboa custam 1.500 escudos, na Avenida Baltazar Lopes da Silva (ex-Rua Machado), 500 escudos e na Praça Nova 300 escudos.

No dia do desfile oficial, os bilhetes para a Rua de Lisboa custam dois mil escudos, para a na Avenida Baltazar Lopes da Silva 1.500 escudos e para a Praça Nova mil escudos.

Conforme a LIGOC-SV, cada pessoa poderá comprar o máximo de duas pulseiras, para cada dia.

Cada pulseira corresponde exclusivamente a um único assento, não há preços diferentes para crianças ou idosos nem lugares marcados, as bancadas não dispõem de acesso para pessoas de mobilidade reduzida (cadeirantes), mas haverá zonas especiais ao longo do percurso.

Por estes dias, São Vicente já respira Carnaval, e, além dos grupos de animação, as atenções concentram-se no desfile da Escola do Samba Tropical, na segunda-feira, 12, pelas 21:00.

O aguardado desfile de terça-feira, 13, do Carnaval 2024, por seu lado, organizado pela Liga Independente dos Grupos Oficiais do Carnaval – São Vicente (LIGOC-SV), principia às 19:00, no percurso habitual, Praça Dom Luís-Rua de Lisboa-Avenida Baltazar Lopes da Silva-Praça Nova-Avenida 5 de Julho.

De acordo com o sorteio da ordem do desfile, o grupo Estrela do Mar será o primeiro a entrar na Rua de Lisboa, às 19:00, seguido de Flores do Mindelo (19:30), Monte Sossego (20:00) e Cruzeiros do Norte (20:30).

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest