São Vicente: Yannick Fortes vence 3ª edição do Concurso Nacional de Dramaturgia

O jovem actor, dramaturgo e encenador, YannicK Fortes, venceu a terceira edição do Concurso Nacional de Dramaturgia com o texto “Inquieta Revolução”, anunciou em nota o Centro Cultural Português do Mindelo (CCPM).

Conforme o mesmo documento, o jovem receberá um prémio monetário no valor de 75 mil escudos e a sua obra será editada em livro e encenada numa produção teatral do Grupo de Teatro do Centro Cultural Português do Mindelo, com apresentação pública nas cidades do Mindelo e da Praia, em 2022, promovida pelo Centro Cultural Português em Cabo Verde.

Natural da ilha de São Vicente, Yannick Fortes é mestre em Artes Cénicas pela Universidade Nova de Lisboa (FCSH) como bolseiro do projecto Procultura PALOP-TL. É cofundador da companhia 50 Pessoas, grupo com o qual já encenou 12 espectáculos, a maioria com textos originais da sua autoria.

Na terceira edição do Concurso Nacional de Dramaturgia foram apresentadas 13 candidaturas, provenientes de cinco ilhas, sendo uma da Brava, uma do Fogo, três de Santiago, uma de São Nicolau e sete de São Vicente.

Três eram da autoria de mulheres e 10 de autoria de homens, e a faixa etária dos candidatos situou-se entre os 18 e os 39 anos.

O júri do concurso, constituído por Afonso Reis Cabral (escritor português), Sofia Santos (professora e responsável pelo Camões – Centro de Língua Portuguesa no Mindelo) e Caplan Neves (vencedor da segunda edição do Concurso Nacional de Dramaturgia, actor, encenador e dramaturgo).

O concurso é promovido pelo Centro Cultural Português e Cabo Verde e tem como objectivo “promover e despertar a escrita criativa e valorizar a expressão literária em Língua Portuguesa, incentivando a produção de textos para teatro, com vista a realçar a arte cénica como um dos pilares representativos da cultura cabo-verdiana”.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda