SCM apresenta a visão no domínio dos direitos autorais à União Europeia em Cabo Verde

A Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM) apresentou à Cooperação da União Europeia em Cabo Verde a sua missão, visão e os ganhos do sector da cobrança e distribuição dos direitos autorais no domínio da música no país.

De acordo com o comunicado de imprensa da SCM enviado à Inforpress, este foi o teor da visita de cortesia que o chefe da cooperação da União Europeia em Cabo Verde, Pedro Campo Llopis, efetuou esta quarta-feira à sede desta instituição em Palmarejo.

A mesma serviu, igualmente, para o representante da UE inteirar-se dos “projectos que a SCM tem em carteira para desenvolver num futuro próximo, para a contínua prosperidade da salvaguarda da propriedade intelectual dos autores e artistas cabo-verdianos”.

“No decorrer do encontro, o sr. Chefe da Cooperação da União Europeia, demonstrou muito interesse em conhecer todas as fases da vida da SCM, cujo percurso foi explicado, com a apresentação da organigrama da SCM desde a sua criação, bem como com a demonstração das Plataformas Tecnológicas CISNET e WIPO CONNECT”, refere a comunicação.

Estas novas tecnologias, explicita a missiva, permitem a SCM realizar desde 2020, distribuições de direitos autorais, de forma tecnológica e profissional, alinhada às melhores práticas mundiais nesta matéria e em sintonia com as orientações da Confederação de Sociedades de Autores e Compositores, CISAC, e as leis em vigor no país.

“A SCM aproveita o ensejo para agradecer fortemente a visita de cortesia do sr. Chefe da Cooperação da União Europeia em Cabo Verde, e as palavras de reconhecimento que nos deixou, pelo nosso percurso e trabalho desenvolvido ao longo dos 9 anos de vida, bem como a abertura demonstrada para o desenvolvimento de possíveis parcerias, em prol da prosperidade da missão da SCM”, lê-se na mensagem.

A mesma promete “melhor servir a cada dia que passa, o sector dos direitos autorais em Cabo Verde e assim garantir a justa remuneração aos músicos, autores, compositores e artistas do nosso país de música”.

A SCM esteve representada pela sua presidente, Solange Cesarovna, e pelos seus colaboradores, Mário Pina, gestor de operações, Lara Ramos gestora executiva, e Anilda Cabral, enquanto assessora de relações públicas.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us

Agenda