Yannick Fortes Pimenta eleito novo presidente da Associação Mindelact

O actor e dramaturgo Yannick Fortes Pimenta foi eleito este sábado, 16, no Mindelo, novo presidente da Associação Mindelact e promete um trabalho de continuidade e reforço da relação com as companhias nacionais de teatro.

Yannick Fortes Pimenta, conhecido no meio artístico mais por Yannick Fortes, cuja eleição aconteceu na assembleia-geral realizada hoje, substitui assim João Branco, que deixou Cabo Verde e voltou a residir no seu país de origem, Portugal.

O jovem prometeu dar continuidade ao “trabalho incrível” da anterior direção na qual fez parte desde 2017 e que disse ter recebido reconhecimento a nível nacional e internacional.

“O que propomos é dar continuidade a esse trabalho e à qualidade, tanto do festival, como da atuação do Mindelact e também reforçar alguns aspetos como a participação e relação com companhias nacionais”, afiançou a mesma fonte, apontando como uma das medidas retomar com força o “Março-Mês do Teatro”.

Por outro lado, acrescentou, a nova direção pretende fazer mais investimento na formação tanto em São Vicente como nas outras ilhas.

Outros dos eixos será, enumerou Yannick Fortes, ter um espaço próprio para a associação que deverá ainda servir de apoio para ensaios e apresentações dos grupos, no Mindelo.

Revitalizar o Centro de Investigação Teatral (CdIT) é outras das prioridades da equipa.

“Dar um novo ânimo ao centro, para que esteja aberto à comunidade, a pessoas que queiram estudar e investigar sobre o nosso teatro, porque teatro de Cabo Verde, não é só de Cabo Verde, é do mundo”, salientou, adiantando haver muitos jovens no estrangeiro interessados em fazer trabalhos académicos sobre as artes cénicas cabo-verdianas.

Daí, reiterou, a importância deste espaço de investigação científica para o alcance dos quatro pilares colocados como metas para a nova direção, formação, internacionalização, publicação da dramaturgia cabo-verdiana e relação com companhias nacionais.

Quanto à realização do Festival Internacional de Teatro do Mindelo – Mindelact, o novo presidente disse que vai ser criada uma comissão para curadoria do evento e possibilitar “maior controlo financeiro” e “maior dinâmica”.

Neste sentido, conforme a mesma fonte, contam retomar a rubrica “Festival off” para aproximar o teatro das comunidades e dar oportunidade a novas companhias.

A equipa da nova direção é composta maioritariamente por mulheres para dar, conforme a mesma fonte, “mais força” à sociedade maioritariamente matriarcal que é Cabo Verde.

Na assembleia deste sábado foi aprovada também a nova entidade que receberá o Prémio Mérito Teatral, com um “escolha unânime” que recaiu sobre o Centro Cultural do Mindelo pelo contributo dado ao teatro e por ser a casa do festival Mindelact ao longo destes anos, esclareceu Yannick Fortes.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest