Agricultores do Porto Novo voltam a pedir recuperação da barragem de Chã de Branquinho

Os agricultores de Chã de Branquinho, no interior do município do Porto Novo, em Santo Antão, voltaram esta terça-feira, 04, a pedir a recuperação da barragem subterrânea situada nesse vale agrícola, que está inoperante há oito anos.

Os agricultores consideraram “fundamental” a recuperação da barragem, danificada pelas cheias de 2016, para aumentar a disponibilidade de água para a agricultura nesse vale, que acaba de ser desencravada com a conclusão da estrada Ribeira da Cruz/Chã de Branquinho.

O porta-voz dos lavradores, Octávio Inocêncio, disse à Inforpress que a recuperação da barragem representa um “grande desejo” da classe, que deseja ter mais água para incrementar a atividade agrícola em Chã de Branquinho e arredores.

O delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) no Porto Novo disse, recentemente, à Inforpress que o processo com vista à recuperação dessa infraestrutura hidráulica está em andamento, devendo este ministério contar com a parceria do Instituto de Estradas na recuperação da barragem.

O MAA e a Câmara Municipal do Porto Novo sugeriram ao Instituto de estradas a construção de um via de acesso à barragem para permitir o transporte da maquinaria que vai ser utilizada nas obras de recuperação da barragem.

Os agricultores em Chã de Branquinho têm estado a insistir na recuperação da barragem subterrânea, com vista a aumentar a disponibilidade de água para agricultura nesse vale.

A barragem, que foi inaugurada em 2012, no quadro do projeto de reordenamento da bacia hidrográfica de Alto Mira, tem a capacidade de mobilização de 350 mil metros cúbicos/ano.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest