Amizade, solidariedade e cooperação Cabo Verde-China foi e é fundamental para o desenvolvimento do País – PR

O Presidente da República considerou hoje que a amizade, solidariedade e cooperação entre Cabo Verde e China, conquistado desde a independência nacional, resultou “fundamental” para o desenvolvimento do País.

José Maria Neves fez essas considerações no seu discurso de inauguração da 1ª fase do Centro de Intercâmbio China-Cabo Verde (CICCV), um espaço da Associação de Amizade Cabo Verde-China (Amicachi) situado na Achada Santo António.

“Há quase 48 anos ascendíamos à Independência e sempre afirmamos que devíamos construir relações muito sólidas, com todos os povos do mundo que quisessem cooperar com Cabo Verde na base de respeito mútuo e na busca de vantagens comuns (…) na construção da paz e solidariedade”, disse o chefe de Estado, salientando que Cabo Verde sempre afirmou que, enquanto pequeno estado, deveria estabelecer como um ponto fundamental da sua estadia no mundo o “respeito pelo direito internacional”.

Cabo Verde, prosseguiu Neves, tem tido esta atitude e tem sido um País útil à comunidade internacional, o que tem levado a que seja respeitada na arena internacional.

Quanto à amizade e cooperação existentes entre os dois países, José Maria Neves mencionou alguns projectos elaborados como os palácios da Presidência e da Assembleia Nacional, o Auditório Nacional, a Barragem de Poilão e vários outros no sector social e no domínio da educação e das ciências, com formação de jovens cabo-verdianos na China.

Realçou ainda a “audácia” da Amicachi que, com a associação, quis “elevar” a história de amizade e cooperação existente entre os dois países.

O embaixador chinês em Cabo Verde, Xu Jie, por seu lado, lembrou a comemoração do ano novo chinês, que este ano é assinalado com o signo do Coelho, e agradeceu a Amicachi pelo trabalho que vem realizando para realçar a amizade e cooperação existente entre Cabo Verde e China.

“É uma associação que tem como pilar de amizade os ex-alunos cabo-verdianos que estudaram na China e que tem reunido jovens para promover intercâmbio e cooperação na área de cultura, comércio e laços de amizade”, disse, ressaltando que com este centro os dois povos irão conhecer-se melhor.

Por sua vez, o presidente da Amicachi, José Correia, referiu-se ao início do projecto, em 2012, e dos sonhos que hoje se concretizaram, mas sem se esquecer do futuro que terá de seguir com a segunda fase do projecto.

O projecto, segundo disse, foi acarinhado pelos sucessivos governos de Cabo Verde que apoiaram e juntaram-se para a concretização hoje do Centro de Intercâmbio China-Cabo Verde (CICV).

Com a inauguração do CICCV, a Amicachi inicia hoje a 9ª edição da Semana Cultural Chinesa da qual consta Gala do Ano Novo Chinês, às 19:00, no Auditório Nacional, show China-Cabo Verde, no Centro Cultural do Mindelo, no dia 28, e consultas médica chinesa também, no dia 28, mas na ilha do Sal.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest