Ano Agrícola: Santiago, Fogo e Santo Antão registam maior produção na atual campanha agrícola de sequeiro, diz ministro

As ilhas de Santiago, Fogo e Santo Antão registam até agora maior produção na atual campanha agrícola de sequeiro, conforme disse hoje, na Cidade da Praia, o ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva.

“Nós temos três ilhas de maior produção em termos de campanha agrícola de sequeiro que Santiago, Fogo e Santo Antão, mas não podemos ignorar São Nicolau, sobretudo na zona de Fajã/Cachaço, que têm neste momento um quadro bastante favorável, não podemos ignorar a ilha Brava, a ilha do Maio”, afirmou.

O governante, que falava em conferência de imprensa de balanço da reunião do Gabinete de Crise sobre a implementação das medidas de mitigação adotadas pelo Governo nos sectores da economia, energia e o agroalimentar, realçou que tem chovido em todas as ilhas, mas que, dentro de cada uma, se tem assistido “diferenças importantes” entre uma zona e outra.

“Esperamos que entre o final deste mês de Setembro e o início de Outubro venha chover para que possamos ter uma situação ainda melhor do que aquilo que se desenha neste momento”, disse, acrescentando que quando à produção do pasto já há uma “muito boa perspetiva”.

Entretanto, disse que se for olhar para a produção de grãos a situação difere em vários concelhos do País.

“Estamos a ver que há já produção, as pessoas já começaram a comer milho verde e temos visto no mercado algumas espécie de feijões, mas é necessário termos uma perspetiva muito clara com números em termos de produção”, acautelou.

Quanto à recarga dos lençóis freáticos, Gilberto Silva afirmou que também se pode assistir os escoamentos superficiais em várias ribeiras do País, que contribuíram para a recarga dos lençóis, o que significa que poderá vir a ter mais água subterrânea.

“Mas falta ainda em muitas e muitas outras ribeiras do país e, portanto, são essas as diferenças que terão que ser devidamente avaliadas para que nós possamos ter um quadro muito mais exato, muito mais concreto, e, para isto, o governo tem trabalhado com base na avaliação feita por uma equipa pluridisciplinar”, concluiu.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest