Anúncio do Prémio Nacional de Jornalismo é o ponto alto da II edição da Gala Liberdade de Imprensa

O anúncio do Prémio Nacional de Jornalismo vai ser o ponto alto da II edição da Gala Liberdade de Imprensa promovida pela Associação Sindical dos Jornalistas de Cabo Verde (AJOC), a 03 de Maio na Assembleia Nacional.

Este ano, segundo contou à Inforpress o presidente da AJOC, Geremias Furtado, apostou-se por um novo formato, em que se vai levar os finalistas de cada categoria à Gala, onde serão anunciados os vencedores do prémio, assim como da menção honrosa.

“A intenção é terminar um conjunto de atividades que a AJOC está a organizar, promovendo um momento de convívio com jornalistas, equiparados, e amigos dos jornalistas, por forma a se criar um ambiente de amizade, confraternização e para estarmos cada vez mais unidos pelas nossas lutas”, disse.

Conforme salientou, a I edição da Gala foi um sucesso e teve como propósito distinguir jornalistas e profissionais de comunicação social, com mais de 30 anos de serviço, tendo adiantado que para este ano, a AJOC conta também prestar homenagem a profissionais da comunicação social que faleceram nos últimos tempos, entre eles, o jornalista Mário Almeida.

As inscrições para o processo de candidatura ao Prémio Nacional de Jornalismo terminaram no último dia útil do mês de Fevereiro, para premiar trabalhos realizados durante 2022.

O Prémio Nacional de Jornalismo foi criado pelo Governo, através da Resolução n.o 95/2013, de 14 de Agosto, tendo por objetivo galardoar ações dos jornalistas, empresas ou órgãos de comunicação social e estimular a produção e difusão de trabalhos jornalísticos que concorrem para a promoção dos valores como a liberdade, a democracia, o empreendedorismo, e a solidariedade social.

Sob o lema “Moldar um Futuro de Direitos: “Liberdade de expressão como motor de todos os outros direitos humanos”, a II edição da Gala Liberdade de Imprensa, será antecedido, no mesmo dia, de um conjunto de conferências na Presidência da República, sobre temas relacionados ao jornalismo, como direitos do homem e à liberdade de imprensa, e direito de informação.

Ainda para o debate, a AJOC pretende juntar os profissionais de comunicação social, sociedade civil, personalidades políticas, estudantes, e demais interessados, à volta do tema central da conferência que vai ser sobre a “Desinformação/Fake News e Fact Check”.

Já a Gala, que acontece a partir das 20:00, na Assembleia Nacional, contará com atuações de Zé Rui de Pina, Luna Cruz, Ló de Pina, George Tavares, Mindela Soares, Manel di Candinho, Braz de Andrade e Zul Alves.

Entretanto, no fim-de-semana anterior, ou seja, nos dias 29 e 30 de Abril, haverá algumas atividades desportivas, nomeadamente a Corrida Liberdade Imprensa e Torneio de Futsal Liberdade de Imprensa, em masculino de feminino.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest