Apesar da derrota, cabo-verdianos mostram-se orgulhosos da “melhor prestação de sempre” dos Tubarões Azuis no CAN

Centenas de adeptos da Seleção Nacional de Futebol deslocaram-se na noite de sábado, dia 3, para a Praça do Palmarejo, na cidade da Praia, para ver o jogo dos quartos de finais de Cabo Verde frente à África do Sul. Apesar da derrota nos penáltis, por 2 a 1, os admiradores da seleção mostraram-se orgulhosos da prestação da equipa nacional.

O espaço foi pequeno para receber tantos adeptos de diferentes idades e nacionalidades, uma boa parte dos quais vestidos a rigor com camisolas da seleção, bandeiras desenhadas nos rostos e cachecóis. 

Apesar da ausência de golos, a primeira parte foi mais animada para os presentes com direito a batucada e muitas claques. Já na segunda parte da partida um problema de energia levou com que os ecrãs gigantes fossem abaixo para desilusão de muitos dos presentes que se foram ajeitando junto aos televisores mais pequenos que foram insuficientes para todos.

Os adeptos de Cabo Verde sofreram durante duas horas porque o jogo teve de ir para o prolongamento e depois para as penalidades onde os Tubarões Azuis acabariam por marcar apenas um golo e, consequentemente, dizer adeus ao sonho de passar, pela primeira vez, às meias-finais de um Campeonato Africano das Nações.

Já a África do Sul alcança esta fase novamente depois de 24 anos e vai defrontar a Nigéria que venceu ontem, dia 3, a Angola.

No final, em entrevista ao Balai, todos os entrevistados foram unânimes, apesar da tristeza, orgulho foi a palavra de ordem.

AO/ CM

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest