Associação de municípios de Santo Antão acredita que ensino superior está a chegar à ilha “para ficar” 

O ensino superior “está a chegar a Santo Antão para ficar”, para atender a “um dos desígnios” desta ilha que, a partir de Outubro, passará a dispor do pólo da Universidade Técnica do Atlântico (UTA).

Quem o diz é o presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão, Aníbal Fonseca, que avançou à Inforpress que o ensino superior nesta ilha é o concretizar do “projeto maior” para ilha, que os municípios têm estado a trabalhar com o Governo.

“Para nós, o projeto maior, juntamente com o Governo, é o ensino superior. É um desígnio desta ilha que muito anseia ter o ensino superior e vai iniciar no ano letivo 2022/2023, com dois cursos”, notou este autarca, acreditando que o pólo universitário chegará “para ficar”.

O pólo da UTA vai ter sede administrativa na cidade do Porto Novo, com aulas teóricas no Paul, onde existe já um espaço identificado para tal, e com aulas práticas nos campos no Porto Novo (quinta São João Baptista) e na Ribeira Grande (centro agrícola de Afonso Martinho).

Entretanto, o Governo diz estar já a trabalhar no projeto do futuro campus universitário de Santo Antão, que será construído na cidade do Porto Novo, conforme apontam os estudos técnicos já efetuados pelo Ministério da Educação.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us