Autárquicas 2024: “Temos de estar conscientes de que a política não é carreira nem profissão”, diz António Aleixo

O presidente da Câmara Municipal do Paul, António Aleixo Martins, afirmou esta terça-feira, 12, que é necessário ter a consciência de que a política não é carreira nem profissão e que há um tempo para entrar e outro para sair.

Em declarações à Inforpress, António Aleixo garantiu que termina o seu mandato com o sentimento de “dever cumprido” com os paulenses e que após cumprir o mandato vai fazer aquilo que sempre gostou de fazer, que é trabalhar.

Questionado se foi uma boa escolha do partido colocar o deputado Adilson Fernandes para o suceder e encabeçar a lista do Movimento para a Democracia (MpD, no poder) à Câmara Municipal do Paul nas próximas eleições autárquicas, António Aleixo alegou que ainda não tem uma opinião formada.

“Não tenho muito a dizer. Simplesmente na política há um tempo para entrar e outro para sair. Ainda não conversei com eles, por isso, este momento não é o mais ideal para me posicionar e não quero alongar mais. Prefiro falar noutro momento”, frisou.

O autarca paulense disse que tem a sua profissão, é quadro do Ministério da Justiça, e até lá vai pensar o que fazer.

A Inforpress tentou falar com Adilson Fernandes para uma reacção à escolha do seu nome para encabeçar a lista do MpD à Câmara Municipal do Paul, este disse que no momento oportuno irá reagir.

Também na Ribeira Grande, o actual edil, Orlando Delgado, não vai encabeçar a lista do MpD à Câmara Municipal da Ribeira Grande nas próximas eleições autárquicas.

Contactado pela Inforpress Orlando Delgado disse que ainda não é o momento para fazer as suas declarações e que brevemente convocará a imprensa para falar sobre o assunto.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest