Cabo Verde regista mais quatro casos positivos da covid-19 nas últimas 24 horas

O Ministério da Saúde informou esta segunda-feira, 01, em comunicado de imprensa que Cabo Verde registou nas últimas 24 horas mais quatro casos positivos da covid-19, perfazendo um total de 62.163 casos positivos acumulados.

De acordo com o boletim epidemiológico, do total de 537 resultados recebidos foram registados quatro casos positivos, sendo um na Praia, um em São Miguel, um em Santa Catarina e um na Ribeira Brava de São Nicolau.

A nota avança que neste mesmo período, 18 pessoas foram dadas como recuperadas da doença na Praia (4), São Miguel (3), Ribeira Grande (2), Porto Novo (1), São Vicente (7), Maio (1), acrescentando que com os dados desta segunda-feira, o país passa a contabilizar 69 casos activos 61.629 casos recuperados, 410 óbitos, 46 óbitos por outras causas e nove transferidos, perfazendo um total de 62.163 casos positivos acumulados.

Ainda de acordo com a mesma fonte, nos últimos 14 dias, foi analisado um total de 7.063 amostras e identificado um total de 238 casos novos. A taxa de incidência acumulada a nível nacional, neste período, é de 42 por 100 mil habitantes, a taxa de transmissibilidade (Rt) é de 0,71 e a taxa de positividade foi, em média, 3,4%.

“Neste momento, uma pessoa está internada nos hospitais de Cabo Verde devido à covid-19. A taxa de internamento está em 1,1%. Em relação à vacinação, até 31 de Julho, Cabo Verde já utilizou 768.025 correspondendo a 69,9% de doses de vacinas contra a doença”, lê-se na nota que acrescenta que 320.418 adultos já tomaram a 1ª dose, 279.390 adultos já foram completamente vacinados e um total de 110.091 correspondente a 33,8% já tomou a dose de reforço.

Já em relação aos adolescentes, um total de 46.932 (87,3%) já tomou a 1ª dose e 39.426 (73,3%) já estão completamente vacinados.

No sentido de mitigar as consequências da pandemia da covid-19 em Cabo Verde, o ministério da saúde apelou às pessoas para que adiram à campanha de vacinação contra a doença que está a decorrer em todo o país, para que todos possam estar protegidos o mais rápido possível.

Reforçou ainda que é recomendável o uso de máscaras faciais principalmente em qualquer espaço interior ou fechado, apesar de ser obrigatório apenas em estabelecimentos e infraestruturas de saúde públicas e privadas, centros de dia e lares de idosos públicos ou privados, estabelecimentos prisionais e transportes colectivos de passageiros terrestres, aéreos e marítimos.

Lembrou, por outro lado, a importância da higienização das mãos para evitar a propagação da covid-19.

A doença covid-19 é provocada pelo coronavírus sars-cov-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, na China.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us