Carlos Fernandinho Teixeira destaca-se pela sua generosidade e pela defesa do crescimento inclusivo, diz PR

O Presidente da República, José Maria Neves, disse esta sexta-feira, 12, que o antigo presidente da Câmara Municipal de Mosteiros, Carlos Fernandinho Teixeira, destaca-se pela sua generosidade e patriotismo e pela defesa de um crescimento inclusivo.

O Chefe de Estado, que participou da sessão solene da Assembleia Municipal de Mosteiros para homenagear Carlos Fernandinho Teixeira, destacou a sua generosidade, observando que “é um homem de causas, comprometido com princípios e valores e, sobretudo, um homem coerente, corajoso, determinado e muito amigo”.

Para José Maria Neves o segundo presidente da Câmara Municipal de Mosteiros é um “grande patriota, progressista” que sempre defendeu as causas justas e o crescimento inclusivo, o desenvolvimento do município, da ilha do Fogo e do seu País.

“É um homem que se mostrou de uma generosidade sem limites, apaixonado pela política e pode estar em maior sofrimento e quando falamos de Mosteiros, Fogo e Cabo Verde, ele consegue reabilitar-se para responder, mostrar o seu entusiasmo e, às vezes, apontar o caminho”, disse José Maria Neves, observando que nunca abandonou o “barco” mesmo nos momentos mais turbulentos e sempre esteve do lado dos seus companheiros.

Para o Presidente da República esta homenagem é um acto que revela “elevação e nobreza de espírito” da Câmara Municipal de Mosteiros, advogando a necessidade de se fazer política com elevação.

“A política é uma das atividades mais nobres do homem e quem faz política disponibiliza-se para servir o bem comum, por isso, é um ato de justiça reconhecer aqueles que foram os cabouqueiros do processo de construção do Estado de Cabo
Verde e aqueles que deram o seu contributo para a reconstrução deste País”.

No dizer do Chefe de Estado as políticas públicas são um processo de aquisições sucessivas, lembrando que tudo o que se constrói hoje está sendo construído sobre os alicerces daqueles que vieram antes, razão pela qual é necessário ter elevação e nobreza de espírito para reconhecer aqueles que colocaram as primeiras pedras, às vezes, num contexto e momento mais difíceis e mais complexos.

O homenageado, segundo José Maria Neves, deu um “enorme contributo para a afirmação e o desenvolvimento do poder local cabo-verdiano e de Mosteiros enquanto município” e advogou que esta homenagem é um momento de grandeza e nobreza política porque reconhece Carlos Fernandinho Teixeira pelo seu percurso, trabalho e, sobretudo, pela sua entrega à causa do bem comum, tendo feito tudo o que era humanamente possível para o desenvolvimento de Mosteiros.

“A melhor homenagem que podemos continuar a prestar a Carlos Fernandinho Teixeira é trabalhar para a afirmação do poder local democrático em Cabo Verde e trabalhar para um maior desenvolvimento da ilha do Fogo”, disse José Maria Neves que destacou várias outras facetas do homenageado.

Devido à ausência do homenageado, que regressou, esta sexta-feira, a Portugal, onde se encontra em tratamento médico e em situação difícil de saúde, o mesmo foi representado pelo primo e amigo, Jaime Monteiro Júnior.

Segundo o mesmo “toda a família se sente honrada por este gesto da Câmara Municipal de Mosteiros”, sublinhando que o homenageado gostaria de estar presente, agradecer e manifestar o quão satisfeito se sentiria com este reconhecimento.

Jaime Monteiro Júnior lembrou que Carlos Fernandinho Teixeira dedicou uma vida inteira ao serviço de Mosteiros e deu o seu contributo para que esteja hoje mais desenvolvido.

O troféu de homenagem foi entregue pelo Presidente da República à filha de Carlos Fernandinho Teixeira, presente na cerimónia de homenagem.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest