Comissão de inquérito da ONU acusa Israel de “extermínio” em Gaza desde 2023

Uma comissão de inquérito da ONU concluiu que as autoridades israelitas são responsáveis por crimes contra a humanidade, incluindo extermínio, na Faixa de Gaza desde 07 de outubro de 2023.

A comissão, criada em maio de 2021 pelo Conselho dos Direitos Humanos, “concluiu que foram cometidos os crimes contra a humanidade, de extermínio, assassínio, perseguição com base no género dirigida a homens e rapazes palestinianos, transferência forçada, tortura e tratamento desumano e cruel”, refere o relatório divulgado hoje.

Reagindo ao documento, a embaixada de Israel em Genebra acusou de imediato a comissão de “discriminação sistemática” contra o país.

A Comissão de Inquérito “provou mais uma vez que as ações estão todas ao serviço de uma agenda política centrada contra Israel”, denunciou o embaixador de Israel na ONU em Genebra, Meirav Shahar, num comunicado de imprensa.

Inforpress/Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest