Covid-19: Governo garante a salvaguarda da vida humana acima de tudo, diz ministra

A obrigatoriedade de apresentação do teste de covid-19 com resultado negativo à entrada do território nacional, como medida de contenção para travar a evolução da pandemia, entrou em vigor hoje, em plena época alta de turismo em Cabo Verde.

Questionada se o Governo não teme que esta medida possa retrair os turistas e colocar em causa a retoma económica, a ministra da presidência do Conselho de Ministros, Filomena Gonçalves, que falava em conferência imprensa para balanço do Conselho de Ministros, sublinhou que a salvaguarda da vida humana é a prioridade do executivo.

“Neste momento ou em qualquer outro momento, o Governo sempre tem em atenção a vida humana. Só poderemos ter a retoma económica como um país saudável e livre, ou com um nível aceitável em termos de vírus. Isto quer dizer que o Governo está sim em alerta. O Governo desde o início da pandemia sempre tomou as medidas que se impuseram em relação ao combate e à defesa contra o vírus”, disse.

A governante aproveitou para apelar a todos os cabo-verdianos e residentes que respeitem as regras do distanciamento, uso das máscaras

“Estamos no mês de Dezembro é mês da família e da confraternização. Mas só poderemos de facto comemorar em pleno se tivermos uma boa situação sanitária no país, se estivermos todos de saúde e com vida”, dissem apelando também as pessoas a aderirem à vacinação.

Por meio de uma resolução publicada no Boletim Oficial desta quarta-feira, decidiu restabelecer a obrigatoriedade de apresentação de resultado negativo de teste de despiste da covid-19 para todos aqueles que queiram entrar no país, a partir de hoje. 03 de Dezembro.

A medida, de acordo a ministra, advém da preocupação que a rápida dinâmica de propagação que a variante Ómicron tem revelado desde a sua notificação pela primeira vez pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no passado dia 24 de Novembro, havendo já evidencia da sua presença em mais de dezassete países localizados nos diferentes continentes.

A presente resolução estabelece a obrigatoriedade de apresentação de resultado negativo de teste RT-PCR (teste molecular de reação em cadeia da polimerase com transcrição reserva) realizado até 72 horas antes da data e hora de embarque ou de teste rápido antigénio para despiste de infecção pela covid-19 realizado até 48 horas da data e hora do embarque.

A medida aplica-se a todos os passageiros com maior de 12 anos e tripulantes que se desloquem por meios aéreos ou marítimos em viagens internacionais com destino a Cabo Verde para efeitos de entrada no território nacional e independentemente da apresentação de certificado da covid-19 de vacinação válido.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest