CPLP: Quadros de informática recomendam criação de um grupo dinamizador das TIC nos parlamentos

Os quadros de informática reunidos no XVI encontro de informática dos Parlamentos dos Países de Língua Portuguesa recomendam a criação de um grupo dinamizador das TIC, para partilha de conhecimento, nomeadamente na área da cibersegurança e inovação tecnológica.

Da reunião, estes responsáveis apontaram a necessidade da elaboração ou actualização do Plano Estratégico das TIC para os Parlamentos que não o possuem, alinhado com os objectivos estratégicos das áreas administrativas e políticas, que inclui a adoção de políticas de pessoal que conduzam à contratação de técnicos especializados para esta área.

De entre as recomendações constam ainda a implementação de um data center moderno em todos os parlamentos com défice desta infraestrutura, a criação de catálogos de serviços tecnológicos orientados à comunidade parlamentar, e a promoção de soluções tecnológicas com vista à transformação dos Parlamentos em instituições amigas do ambiente.

No seu discurso de encerramento, a secretária-Geral da Assembleia Nacional de Cabo Verde, Paula Lima, asseverou que será tida em devida conta os resultados saídos do encontro, prometendo, em nome da equipa, fazer deles o melhor aproveitamento possível, articulando as potencialidades da informática com a qualidade das matérias da gestão e do apoio parlamentar.

“Considero que agora a nossa missão será a de traduzir as propostas num plano de acção mais articulado e focado nos resultados pretendidos ao nível das grandes linhas do planeamento em todas as vertentes do Plano de Actividades dos nossos Parlamentos”, afirmou.

Em representação da Associação dos Secretários-Gerais dos Parlamentos da CPLP afiançou que os maiores ganhos irão resultar, sobretudo, da combinação dessas tecnologias com processos de mudança organizacional e de desenvolvimento de competências das estruturas e dos servidores dos parlamentos.

“Por isso, depositamos todos a maior confiança na melhoria do desempenho global e na inteligência organizacional das nossas instituições cada dia mais preparadas para gerir as oportunidades no quadro das incontornáveis ameaças do tempo presente”, reforçou.

O referido encontro encerrado hoje teve início esta terça-feira, na Assembleia Nacional, e antecede o XXII Encontro dos Secretários-Gerais dos Parlamentos de Língua Portuguesa (ASG-PLP) que inicia esta quinta-feira, com a duração de dois dias, sob o lema “Novos Paradigmas de Gestão dos Parlamentos em Tempos de Crise”.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us