Estado da Nação: MpD vai apresentar um país que está a aguentar bem as crises e a ganhar resiliência

O Movimento para a Democracia (MpD) vai no debate sobre o estado da Nação, que terá lugar na próxima semana, apresentar um Cabo Verde que está a aguentar bem as crises e a ganhar resiliência.

O enunciado é do vice-presidente do partido, Fernando Elísio Freire, que encerrou a jornada aberta sobre Estado da Nação, tendo como lema “mitigar, recuperar e transformar”, realizado na tarde de hoje, na cidade da Praia, pelo grupo parlamentar do MpD.

“Neste momento, o país está a viver as consequências da tripla crise, tem tido um Governo que está a aguentar bem as consequências das crises, a mitigar os efeitos, mas acima de tudo com foco muito grande que é de aumentar a resiliência para não perdemos o rumo”, disse.

“E o rumo é desenvolver Cabo Verde para que o país possa sair mais forte, mas adaptado quando a situação voltar a normalidade”, disse, sublinhando que o país tem dado exemplo neste combate às crises.
Para além das medidas mitigadoras, adianta que o executivo está também com medidas para que o país possa sair destas crises mais fortes e mais adaptado quando a situação voltar à normalidade.

“O país sabe perfeitamente o caminho que deve seguir para atingir o desenvolvimento através da transição tecnológica, transição energética, onde incluímos, naturalmente, a questão da economia verde e economia azul e num combate forte às alterações climáticas para que possamos, de facto, sairmos mais fortes e mais resilientes”, realçou.

A Jornada Aberta com o tema “Mitigar, recuperar e Transformar”, esteve enquadrada nos preparativos para o debate sobre o Estado da Nação, que terá lugar na próxima semana, na Assembleia Nacional.

Teve como conferencistas Jarzinho Pereira, que dissertou sobre o tema “Discernimento e prioridades políticas em termos de incertezas” e Ricardo Fidalgo que apresentou o tema “Transformar para enfrentar o futuro”.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest