Francisco Carvalho acusa vereadores do MpD de “estrangular” o desenvolvimento do Município da Praia

O presidente da Câmara Municipal da Praia acusou os eleitos municipais do Movimento para a Democracia (MpD, oposição na câmara) de tentarem “estrangular” o desenvolvimento do município mais populoso do País.

Segundo Francisco Carvalho, que assina um comunicado da autarquia enviado este sábado, 30, às redações, na sessão ordinária de 28 de Julho os vereadores do MpD voltaram a “atacar o município”, votando “contra propostas de desenvolvimento estrutural e integrado do concelho”.

De acordo com a mesma fonte, os vereadores do MpD votaram contra a proposta de regularização do processo de promoção e progressão dos agentes do corpo de bombeiros do município da Praia, congeladas desde 2010.

Para o presidente da Câmara Municipal da Praia, a questão dos bombeiros da capital havia sido assumida em sede de uma concertação tripartida, que envolveu a Direção-geral do Trabalho, representante dos Bombeiros da Praia e o Departamento de Recursos Humanos da câmara da Praia.

Francisco Carvalho acusou ainda os vereadores de votarem contra a proposta de nomeação de novos órgãos sociais da EMEP, empresa de administração e controlo do trânsito na Cidade da Praia.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest