Parlamento: UCID lamenta que compromissos assumidos com o eleitorado tendem muitas vezes a ficar pela metade

O deputado da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID, oposição) António Monteiro lamentou hoje que muitas das promessas e compromissos assumidos com o eleitorado fiquem muitas vezes pela metade.

Esta declaração foi feita durante a sua intervenção na abertura do debate na sessão plenária com a ministra das Infraestrutura, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, indicada pelo grupo parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD, poder).

Para a UCID, debater a questão das infra-estruturas “é importante” para este país, lamentando, entretanto, que infelizmente muitas das promessas, muitos dos compromissos assumidos com o eleitorado tendem a ficar muitas vezes pela metade.

“E neste debate nós gostaríamos que pudéssemos encontrar o entendimento necessário para se justificar o aumento ainda do número de casas de tambores, de pedaços de outros materiais por exemplo em São Vicente, o facto de não termos ainda água em todas as casas aqui neste país, e em particular em São Vicente”, afirmou.

No entanto, a UCID disse esperar que o debate com a ministra seja suficientemente esclarecedor para justificar igualmente a decisão do Governo sobre a situação de assoreamento da recente concluída infra-estrutura do Porto do Maio, bem como o facto de existirem câmaras municipais neste país ainda sem um Plano Diretor Municipal (PDM).

“E se houver alguma humildade nós estaremos aqui disponíveis para apontar alguns caminhos de que certo irão ajudar a resolver o problema das infraestruturas em Cabo Verde”, concluiu o deputado.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest