PM: “Requalificação urbana da Preguiça terá impacto para as pessoas e vai trazer retornos económicos importantes”

O primeiro-ministro (PM), Ulisses Correia e Silva, considerou este sábado, 29, que as obras de requalificação urbana da localidade da Preguiça terão um “impacto para as pessoas e vão trazer retornos económicos importantes”.

As obras de requalificação urbana, que incluem a regeneração do espaço público, a restauração da Alfândega Velha e a revitalização da Praça da Preguiça e resultam de um investimento governamental de 87 mil contos.

Segundo o chefe do Governo, trata-se de investimentos para que a economia local se desenvolva, crie emprego e rendimentos, mas também para aumentar a autoestima das pessoas.

“Eu não tenho dúvidas que vamos ter mais interesse turístico aqui, mais investimento também dos nossos imigrantes, para verem que o espaço requalificado chama também mais qualidade, chama mais investimentos, quer para a reabilitação de casas, quer para a atividade económica e criação de oportunidades para esta população que bem merece”, destacou.

O primeiro-ministro recordou ainda que 12 casas sociais estão em construção para realojamento de famílias que vivem hoje em situação muito “pouco dignificante” e os edifícios onde as pessoas vivem atualmente vão ser reabilitados e depois é para dar um fim útil”.

José Martins, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Brava, sublinhou que estas obras vêm “valorizar” uma localidade que tem uma “grande história e muitas potencialidades”. E estes investimentos podem contribuir para a geração de postos de trabalho.

Foram ainda inauguradas as obras do Campo Solar, que visa aumentar a disponibilidade de água potável para o município da Ribeira Brava.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest