Portugal: Autarca de Oeiras destaca o trabalho social de promoção da comunidade cabo-verdiana no concelho

O presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, destacou hoje o trabalho social de promoção da comunidade cabo-verdiana neste município, congratulando-se com a presença do Presidente da República, José Maria Neves, nas festas de Nhu Santiago.

Isaltino Morais fez essa afirmação em declarações à imprensa, no início da missa em honra a Nhu Santiago Maior, comemorado em Santa Cruz, ilha de Santiago, e que todos os anos, no primeiro domingo a seguir ao 25 de Julho, é comemorado no município de Oeiras pela comunidade cabo-verdiana.

Para Isaltino Morais, é uma honra “muito grande” ter a presença do Presidente da República nas festas de Nhu Santiago, neste concelho que acolhe uma comunidade cabo-verdiana “tão importante”, sublinhando que nos bairros de Oeiras houve uma evolução “muito grande”, acabaram as barracas e todos vivem com “dignidade.

“A presença do Presidente da República em Oeiras não pode ficar dissociado deste trabalho social de promoção da comunidade cabo-verdiana”, disse, acrescentando que a maioria das pessoas da comunidade neste concelho teve uma “progressão extraordinária” nos últimos 20 anos.

Segundo ele, sempre que vem a Oeiras o Presidente da República de Cabo Verde, vem ao de cima o contributo e aquilo que a comunidade cabo-verdiana fez e continua a fazer para a transformação deste concelho”.

Por sua vez, José Maria Neves afirmou ser importante estar com as pessoas nos bairros onde vivem os cabo-verdianos, assim como é importante estar em Oeiras, que considera ser “um município modelo”, onde se fez um trabalho “extraordinário de integração” das comunidades emigradas, particularmente da cabo-verdiana, que melhorou substancialmente a sua qualidade de vida.

“Oeiras também é um município modelo na cooperação descentralizada, a geminação e a cooperação da câmara de Oeiras com São Vicente e com várias outras câmaras do País, são exemplos, são referências para o que nós estamos a fazer, que para além de Estado, outros atores também tenham um papel importante na cooperação entre Cabo Verde e Portugal e no reforço das relações de amizade”, frisou.

Sobre a participação nas festas de Nnu Santiago, o Presidente da República considerou ser uma honra “muito grade”, porque está-se no meio das pessoas, apesar da crise e da pandemia, até as perdas emocionais, “é bom trazer um abraço de conforto, mostrar que há cuidados por parte das autoridades”.

Os presentes nas festividades afirmaram que já estavam com saudades desta cerimónia que há dois anos não se realizava por causa da covid-19, para “matar as saudades da terra”
Presentes nas festividades estavam, de entre outros, o ministro das Comunidades, Jorge Santos, o presidente da

Assembleia Municipal de Santa Cruz, Gilson Cardoso, o deputado Francisco Pereira, comunidade cabo-verdiana de outros concelhos da grande Lisboa e pessoas dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

José Maria Neves cumpre hoje o último de quatro dias de visita a Portugal, a convite do seu homólogo português Marcelo Rebelo de Sousa, visando o reforço dos laços históricos, políticos, económicos e culturais entre os dois países.

Depois de Oeiras, à tarde, José Maria Neves estará de visita à comunidade cabo-verdiana na Amadora.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest