PR condecora filho de cabo-verdianos por ajudar na integração de conterrâneos em São Tomé e Príncipe

O Presidente da República vai condecorar com a 2ª Classe da Medalha do Vulcão Venâncio dos Santos, filho de cabo-verdianos, contratados para trabalhar nas roças de São Tomé Príncipe, que tem ajudado na integração de conterrâneos naquele país.

Esta informação consta do Decreto-Presidencial n.º 08/2024, publicada esta quinta-feira, 27, no Boletim Oficial.

Conforme o PR justificou no decreto, muitos cabo-verdianos, sendo muitos deles já idosos e doentes, vivem nas antigas de São Tomé e Príncipe numa situação socioeconómica “difícil”, em estado de “degradação acentuada”, de “extrema pobreza”.

Mas, lembrou, há individualidades que têm merecido grande respeito e admiração de todos porque, com dedicação, sentido do interesse comum e todo um trabalho de natureza humanitária e solidária têm contribuído para uma melhor integração e participação dos seus conterrâneos na vida social, educativa, política e cultural da sua comunidade.

Explicou que uma dessas individualidades é Venâncio Varela dos Santos, filho de pais cabo-verdianos (contratados), que se tornou num dos maiores produtores do café em Budo Budo, distrito de Água Grande, dando emprego a inúmeros cabo-verdianos e seus descendentes, sempre estendendo as mãos aos seus conterrâneos das roças de São Tomé, apoiando-os nas suas necessidades básicas e, inclusive, em situações de doença ou morte.

“Este empresário, agricultor, contabilista, mecânico, ativista social e homem de vários ofícios também se destaca nas lides associativas, tendo sido um dos fundadores da Associação Caboverdeana Djunta-Mó, em 1986, atualmente designada de Associação da Comunidade Cabo-Verdiana – Ké Morabeza STP, uma organização sócio-cultural, de amizade e solidariedade entre os cabo-verdianos e seus descendentes”, lê-se no decreto que informa ainda que foi Venâncio Varela dos Santos que doou parte do seu terreno para a construção da sede da referida associação.

“O senhor Venâncio dos Santos, carinhosamente conhecido por Joãozinho, tem sempre apoiado a comunidade de forma extraordinária, demonstrando afeto e cultivando os valores do bem comum e da solidariedade”, refere o documento.

No decreto, o PR salienta ainda que a generosidade e disponibilidade permanente de Venâncio dos Santos para apadrinhar iniciativas para a melhoria da qualidade de vida dos cabo-verdianos e seus descendentes em São Tomé e Príncipe são merecedoras de todo o reconhecimento do povo cabo-verdiano e do Estado de Cabo Verde.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest