Santo Antão: Câmara Municipal do Paul alvo de buscas

O Ministério Público (MP) iniciou, na manhã de hoje, uma operação de busca e apreensão nas instalações da Câmara Municipal do Paul, Santo Antão.

O edifício esteve cercado pela Polícia Nacional desde as primeiras horas do dia.

A Inforpress, presente no local, observou que as autoridades mantiveram o perímetro controlado, enquanto aguardavam a conclusão das diligências.

Por volta das 13 horas, após o término da operação na Câmara Municipal, o edil paulense, António Aleixo Martins, prestou declarações à Inforpress, esclarecendo que a operação foi um “processo normal” no contexto da requalificação da Estância Turística de Passagem de 2017 a 2021.

“Pediram alguns esclarecimentos e documentos, o que é um processo normal. É importante ressaltar que não temos nada a esconder, tudo está claro, e entendemos esta operação como parte do procedimento normal”, afirmou.

António Aleixo sublinhou ainda que se estão a fazer a administração da coisa publica, têm de prestar esclarecimentos de tudo aquilo que for necessário.

“Disponibilizamos tudo aquilo que nos foi pedido e certamente irão conferir com os documentos que a inspeção das finanças já tinha feito. Agora aguardamos o resultado deste processo”, pontuou.

Quanto ao aparato policial envolvido na operação, o edil expressou sua opinião dizendo que achou “exagerado”.

“Achei muito exagerado. Fecharam as portas da câmara municipal e os policiais estavam espalhados por todo o perímetro do edifício, mas cada um está fazendo o seu trabalho. Não temos nada a temer”, finalizou.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest