Turismo: Santa Maria é um caso de sucesso e um bom destino de investimento, diz Gualberto do Rosário

O presidente da Câmara de Turismo de Cabo Verde, Gualberto do Rosário, afirmou hoje que Santa Maria “é um caso de sucesso e um bom destino de investimento”, resultante de “visão, persistência e teimosia”.

Gualberto do Rosário fez estas declarações no acto de abertura da segunda edição do Fórum Mundial sobre o Investimento Turístico em África (FMITA), que decorre paralelamente à 64ª Reunião da Comissão Regional da Organização Mundial do Turismo (OMT) para África, evento internacional de turismo, que diz respeito a toda a África.

Fazendo uma retrospectiva sobre Santa Maria de há 25 anos, “um lugarejo”, conforme referiu, de duas pequenas ruas, com 800 pessoas desempregadas, na quase totalidade, sentadas à soleira da porta a olhar para o horizonte sem perspectivas de solução.

“Era esta a pequena vila de Santa Maria há 25 anos e 25 anos depois, esta cidade concentra o maior investimento privado de Cabo Verde, no sector do turismo, é a cidade mais cosmopolita do País, recebe  turistas de todas as latitudes, particularmente da Europa, mas sobretudo, é espaço de residência de 38 nacionalidades de todo o mundo, incluindo, obviamente, do continente africano”, ilustrou para mostrar a evolução e desenvolvimento da pequena vila, hoje a maior cidade turística do País.

Segundo Gualberto do Rosário, esta cidade cosmopolita, “bela e bem estruturada” que representa apenas dois por cento (%) da população do País, produz mais de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) de Cabo Verde, graças ao turismo.

“Deu e tem dado uma contribuição notável para a luta contra a pobreza no País, ao receber contingentes de desempregados, por conseguinte na pobreza, e ao dar a todos uma alternativa de emprego”, sublinhou.

“Isto, para dizer, que a causa de tudo isto, é o turismo, por um lado, mas por outro, os investidores privados, que são os reais construtores desta cidade, que só foi possível também porque foi criado um ambiente de confiança necessário. Foi uma obra de todos”, frisou.

Gualberto do Rosário reiterou que “esta obra, este sucesso” foi possível porque houve ousadia, visão, foco, persistência e muita teimosia, diálogo, entre outros requisitos.

“Está aí o segredo do sucesso. Santa Maria é um caso de sucesso. É um exemplo de que quando trabalhando se pode conseguir o sucesso mesmo na imperfeição. É também um laboratório para todos aqueles que não sendo cabo-verdianos queiram aproveitar-se dele para tirar lições das coisas positivas que foram feitas e das negativas também para serem evitadas”, concluiu.

Este evento conta com a presença de cerca de duas centenas de participantes, designadamente ministros do turismo do continente africano, investidores, e instituições financeiras internacionais, altos dirigentes e especialistas do sector público e privado e demais “stakeholders” do turismo.

 

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest