Ulisses Correia defende que competições internas no MpD não devem levar à fragilização da governação

O presidente do Movimento para Democracia (MpD-poder), Ulisses Correia e Silva, defendeu esta quinta-feira, 29, a necessidade de criação de condições por forma a que as competições políticas internas não levem à fragilização da governação.

Ulisses Correia e Silva fez estas declarações à imprensa, no início desta noite, na cidade da Praia, após a confirmação do deputado Paulo Veiga como novo líder parlamentar do MpD, partido que sustenta o Governo, quando instado a comentar supostas “polémicas” internas.

“Os partidos políticos são estruturas dinâmicas que têm uma vida própria em momentos que antecedem as convenções, esse é o sal da democracia. Mas o que eu posso garantir é que o MpD está focado em assegurar a estabilidade política”, disse.

Prosseguindo, o líder do MpD relembrou que o partido está a governar e no início do segundo mandato, pelo que defendeu ser preciso a criação de condições “para que qualquer situação de competição política não possa conduzir a situações de fragilização da governação”.

“Isso é importante para o partido e é importante para Cabo Verde”, completou.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest