Em São Tomé, Austelino Correia diz que visita ‘marca positivamente’ as relações entre os dois Parlamentos

O presidente da Assembleia Nacional, Austelino Correia, disse hoje, em São Tomé e Príncipe, que a sua visita a este país marcará positivamente as relações e a cooperação entre os respetivos Parlamentos, trazendo novas perspetivas.

“As relações de amizade entre os nossos dois países são muito antigas, com raízes na formação dos nossos dois povos e culturas, estendendo-se pelo período da luta pela independência dos dois Estados e perpassando toda a nossa história de nações independentes”, afirmou o chefe da casa parlamentar cabo-verdiana.

Austelino Correia realiza a sua primeira visita oficial a São Tomé e Príncipe à frente de uma delegação integrada por representantes dos partidos políticos com assento parlamentar.

Discursando no Parlamento santomense, Correia destacou a história e o passado colonial comuns, que caracterizam os povos dos dois países e, segundo ele, com “marcantes momentos de solidariedade e cumplicidades, emergidos das relações de trabalho e vizinhança nas roças, donde até resultaram laços familiares muito fortes e presentes na população santomense”.

“As relações entre os nossos dois povos irmãos extravasam qualquer conjuntura e merecem ser sempre acarinhadas e preservadas”, indicou Austelino Correia, para quem, apesar das muitas fragilidades que evidenciam os dois estados, a resiliência dos respetivos povos “tem sido grande, potenciada por uma assinalável capacidade de luta e adaptação”.

Referindo-se às crises que vêm assolando o mundo, afirmou que esta situação tem reflexos negativos muito mais intensos em países pobres e vulneráveis, como Cabo Verde e São Tomé e Príncipe.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest