Autárquicas 2024: José Graça é o candidato da UCID à presidência da edilidade porto-novense

O engenheiro José Manuel Graça, professor de ensino técnico, foi hoje apresentado como candidato da União Cabo-verdiana da Independente e Democrática (UCID) à presidência da Câmara Municipal do Porto Novo nas Eleições Autárquicas 2024.

A apresentação do candidato esteve a cargo do presidente da UCID, João Santos Luís, que disse ter a “firme convicção” de que José Graça, de 50 anos de idade, inspector de sistemas de microprodução de energias renováveis e deputado municipal, possui “visão estratégica, sapiência e humildade necessária” atributos que ele considera “decisivos para desenvolver o enorme potencial” que Porto Novo possui.

“O candidato que ora apresentamos está ciente das suas responsabilidades e conhece muito bem este concelho, suas fragilidades, mas também suas valências e potencialidades, como tal está em condições de servir este município e a sua população da melhor forma possível”, sublinhou o líder da UCID, para quem este município precisa “mais do que nunca de uma equipa camarária capaz de almejar e fomentar o autodesenvolvimento e preparar Porto Novo para um futuro melhor”.

O candidato da UCID a presidente da câmara do Porto Novo, segundo João Santos Luís, está “imbuído de espírito de missão” e “certamente colocará Porto Novo no lugar que merece estar no contexto nacional”.

“Os desafios são enormes e evidentes face às potencialidades de desenvolvimento oferecidas pelo concelho do Porto Novo, pois, estamos cientes das batalhas que temos ainda de vencer no que toca ao desemprego, crescimento económico, segurança, saúde, educação, cultura, desporto e, de uma maneira geral, a protecção social e ambiental deste município”, notou.

Para o presidente da UCID, Porto Novo “não pode continuar a ser gerido da forma como vem sendo feito, sem visão, sem capacidade de criação, sem autonomia de pensamento e a reboque do poder central”, considerando que este município precisa de “um presidente de câmara com uma postura mais dialogante, com capacidade técnica e com condições de procurar soluções alternativas adequadas que sirvam o concelho, satisfaçam os anseios da sua população e o faça chegar a um patamar de desenvolvimento melhor”.

Disse ainda que o saneamento, a requalificação e o embelezamento urbanístico das várias comunidades vão estar “no topo das preocupações” deste partido “desde já as zonas consideradas abandonadas, como Casa de Meio, Ribeira dos Bodes e Ribeira Fria.

A construção de estradas de acesso às localidades mais distantes, nomeadamente para Dominguinhas, Ribeira Fria, Ribeira dos Bodes e para toda a zona Norte, incluindo Chã de Norte, estarão “igualmente incluídos nos planos de governação municipal na gestão camarária da UCID”, avançou este responsável, assegurando que o partido estará a procurar “soluções técnicas adequadas para as orlas marítimas do Tarrafal de Monte Trigo.

A UCID vai concorrer em todos os municípios de Santo Antão, tendo já apresentado o professor Nilton Fernandes e o advogado Lucas Lima para as câmaras municipais do Paul e Ribeira Grande, respectivamente.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest