Boa Vista: Prisão preventiva para indivíduo que engravidou menor com 14 anos

O Tribunal da Comarca da Boa Vista decretou na quarta-feira, 21, prisão preventiva ao indivíduo de 20 anos, que engravidou adolescente de 14 anos, tendo sido o jovem acusado de abuso sexual de menor.

De acordo com a acusação divulgada no site do Ministério Público (MP), o indivíduo de sexo masculino, de nacionalidade cabo-verdiana e estudante do ensino secundário é indiciado da prática de dois crimes de abuso sexual de menor previstos e punidos pelo artigo 145.º do Código Penal.


Assim sendo, lê-se no site que, no âmbito da investigação dos autos de instrução que correm termos na Procuradoria da República da Comarca da Boa Vista, o Ministério Público ordenou a detenção, fora de flagrante delito.


Segundo a página digital do MP, os factos vinham acontecendo há cerca de dois anos e a vítima é uma criança na altura com 12 anos de idade, que se encontra grávida, com oito meses de gestação.


Ainda, conforme a mesma fonte, submetido a primeiro interrogatório judicial do detido e na sequência do requerimento do Ministério Público, foi aplicado prisão preventiva ao arguido como medida de coacção.


“O referido processo, que continua em investigação, encontra-se em segredo de justiça”, segundo o site do Ministério Público.

 

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest