Cabo Verde já se prepara, parcialmente, para o derradeiro torneio de qualificação para o Mundial

 A seleção cabo-verdiana de basquetebol, sénior masculina já iniciou, de forma parcial, no pavilhão desportivo Vává Duarte, os trabalhos de preparação aos jogos da quarta e última janela africana de qualificação para o Mundial’2023.

Cabo Verde vai disputar o acesso ao Mundial com adversários como Angola, Costa do Marfim e Guiné Conacri, o que para o selecionador nacional, Emanuel “Mané” Trovoada, trata-se de um grupo “extremamente forte”, mas que os “Tubarões Azuis”, nome por que é conhecida a seleção nacional, vão estar focados em ganhar todos os três jogos.

“Nós estamos atrás do nosso sonho, um objetivo que é comum. Vamos claramente para ganhar os três jogos. Este é o nosso grande objetivo, temos de ter esta mentalidade. É um grupo extremamente forte, vamos jogar com o vice-campeão africano, a Costa do Marfim,

Angola que é uma grande potência e a Guiné Conacri que nos últimos tempos tem vindo a subir, com reforços de jogadores naturalizados “, esclareceu.

Ao considerar a próxima e derradeira fase como sendo crucial para as aspirações do combinado cabo-verdiano, Trovoada referiu que a seleção vai continuar a trabalhar com a mesma força de vontade para atingir os sonhos, ainda que tenha recorrido a quatro jogadores de sub-18 e dois do escalão de sub-16 para integrar os treinos, sendo que um deles vai ao Campus da NBA África no Egipto.

Os jovens atletas foram “repescados” para colmatar a ausência dos principais jogadores, que vão juntar-se só mais tarde aos trabalhos da turma nacional.

De acordo com a calendarização, Cabo Verde estreia-se nesta fase decisiva a 26 de Agosto, frente à Guiné Conacri, para no dia 27 defrontar Angola, de forma a fechar a primeira volta desta quarta janela de apuramento em 28 do mesmo mês ante a Guiné Conacri.

Os embates da segunda e última volta estão calendarizados para Fevereiro de 2023.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest