Câmara Municipal do Tarrafal de São Nicolau abre viveiro municipal e entrega estufa à Escola Secundária local

Câmara Municipal do Tarrafal de São Nicolau abre viveiro municipal e entrega estufa à Escola Secundária local

A Câmara Municipal do Tarrafal de São Nicolau procedeu hoje à abertura do viveiro municipal e à entrega de uma estufa à Escola Secundária Pedro Corsino de Azevedo, para assinalar o Dia Mundial do Ambiente.

Em declarações à imprensa, o presidente da câmara municipal, José Freitas de Brito, disse que o projecto do viveiro municipal tem como objectivo produzir plantas para o embelezamento do município, mas também de outros tipos de culturas que podem ser doadas a diversas instituições.

Relativamente à entrega de uma estufa a Escola Secundária Pedro Corsino de Azevedo, o edil afirmou que se trata de cumprir um compromisso assumido junto da escola no início do ano lectivo.

“Esta estufa tem o objectivo de ensinar os alunos que têm interesse pela área, mas também apoiar na refeição de algumas crianças que muitas vezes vem para escola sem fazer, sequer, uma refeição”, acrescentou.

Segundo o mesmo, os dois investimentos, feitos em parceria com o serviço Autónomo de Água e Saneamento, rondam os 800 mil escudos.

Por sua vez, o director da Escola Secundária Pedro Corsino de Azevedo, João Araújo, disse que o objectivo principal é aproximar os alunos da área agrícola, pelo que os alunos participaram da parte da montagem e vão participar da produção na estufa.

“Além disso, a escola está a concluir trabalhos da sua cozinha e em breve vamos inaugurar a cantina escolar onde vamos beneficiar alunos do sétimo e oitavo anos, mas também uma selecção de alunos que sabemos, infelizmente, muitas vezes não tem uma refeição quente em casa antes de vir para a escola”, explicou.

O Dia Mundial do Ambiente, comemorado anualmente a 05 de Junho, foi estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1972.

De acordo com a Convenção das Nações Unidas para o combate à desertificação, até 40% das terras do planeta estão degradadas, afectando, directamente, metade da população mundial e ameaçando cerca de metade do PIB (Produto Interno Bruto) global.


Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest