CAN2023: Cabo Verde e Egito empatam em jogo decidido nos minutos finais

Cabo Verde e Egito empataram hoje 2-2, na terceira jornada do Grupo B da Taça das Nações Africanas (CAN2023) de futebol, num jogo eletrizante em que o marcador ficou sempre em aberto até final.

Após um arranque de avaliação mútua, com cada equipa a guardar o seu meio-campo, Cabo Verde atreveu-se, foi subindo no terreno, enquanto o Egito tentava explorar ações de contra-ataque e bolas colocadas rapidamente na frente de ataque.

A pressão egípcia cresceu, mas o guarda-redes Vozinha respondeu a todas as investidas.

Entretanto, o Gana marcou no outro jogo do grupo, frente a Moçambique, complicando as ambições do Egito e exigindo uma reação.

Aos 29 minutos, a formação de Rui Vitória tirou partido de alguma letargia de Cabo Verde e colocou vários homens em vantagem numérica a caminho da baliza dos ‘tubarões azuis’, mas o defesa Hegazy disparou ao lado.

Aos 35 minutos, Gilson Benchimol, que representa o Benfica B, pontapeou num primeiro aviso e já nos descontos da primeira parte (45+2) recebeu de Ryan, rodopiou e de pé esquerdo atirou para o fundo das redes do Egito.

Cabo Verde chegou ao intervalo a vencer por 1-0, mas o Egito entrou pressionante na segunda parte e o recém-entrado Trézéguet recebeu a bola após um canto (que parecia perdido) e deixou a defesa lusófona colada no chão quando empatava a partida.

Foi um período de insistência da equipa egípcia que a seleção cabo-verdiana suportou, reagindo ocasionalmente em contra-ataque.

O Egito foi sufocando à medida que o tempo se esgotava, Vozinha deu resposta a tudo e a equipa de Rui Vitória falhava outras oportunidades, até que aos 90+3 conseguiu marcar.

Novamente Trézéguet, como noutros momentos anteriores, a servir o ataque, para os pés de Mostafa que, em suspensão, fez um ‘chapéu’ a Vozinha para o 2-1.

O jogo parecia arrumado, mas, aos 90+9, Cabo Verde surpreendeu: Bryan Teixeira recebeu na pequena área e, na cara do guardião egípcio, chegou para a direita, tirou-lhe a bola do alcance e atirou para o fundo as redes.

Era o desalento do lado do banco comandado por Rui Vitória e a alegria de Bubista e companhia, mesmo sabendo que a classificação já estava decidida, minutos antes, quando Gana e Moçambique empataram a duas bolas: Cabo Verde passa para os oitavos em primeiro do Grupo B, o Egito logo atrás, apurado com três empates.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest