CAN’2023 : Emprofac financia seleção nacional de futebol com medicamentos na prova

A Empresa Nacional de Produtos Farmacêuticos (Emprofac) vai patrocinar a seleção cabo-verdiana de futebol na sua 34.ª edição do Campeonato Africano das Nações, CAN’2023, na Costa do Marfim, em termos de medicamentos, mas também a nível financeira.

Esta é a essência do protocolo rubricado esta manhã na sede da FCF, entre as duas instituições, abarcando a vertente financeira e de medicamentos, comercializados pela Emprofac, para suportar a seleção crioula durante a sua participação na maior competição do desporto africano, que se realiza de 13 de Janeiro a 11 de Fevereiro.

A Emprofac, de acordo com o seu presidente do conselho de administração, enquanto uma marca nacional que atua na área da saúde, associou-se à Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), no âmbito da sua política de responsabilidade social e de apoio ao desporto nacional, por forma a apoiar a seleção de futebol, enquanto outra marca nacional.

João Lima Spencer fez questão de ressalvar que para além de atuar na área da saúde, não só de medicamentos, a Emprofac promove, acima de tudo, o bem-estar dos cabo-verdianos.

“O desporto, em especial o futebol, que tem uma maior representatividade nacional, também traz isso e produz o bem-estar a todos os cabo-verdianos. Daí estamos aqui para dar o nosso apoio, acima de tudo a nossa seleção, mas indiretamente a todos os cabo-verdianos”, realçou Lima Spencer que formulou votos de sucessos à seleção de Cabo Verde no CAN’2023.

Enquanto isto, o presidente da FCF, que enalteceu o prestígio da Emprofac a nível nacional e internacional, engrandeceu o gesto dos responsáveis da empresa, no estabelecimento deste protocolo, alegando que a seleção nacional afigura-se como uma equipa de todos os cabo-verdianos, residentes e na diáspora.

Mário Semedo afirmou que a FCF estará sempre disponível para reforçar esta parceria, visando o desenvolvimento das atividades de ambas as partes, por considerar
“muito importante este djunta-mon”, para o desenvolvimento de Cabo Verde e das atividades.

Aproveitou a ocasião para avançar que alguns cabo-verdianos já se deslocaram a Abidjan para apoiarem a seleção de Cabo Verde na prova que se inicia este sábado, 13, e que tem recebido o “feedback” dos cabo-verdianos, mesmo lá fora com interesse e entusiasmo para que o país possa alcançar os objetivos preconizados, isto é, “ir o mais longe possível”.

A Emprofac, segundo Mário Semedo, associa-se a outras instituições patrocinadores da seleção de futebol neste CAN como a Cabo Verde Telecom através da marca “Alou”, de entre outras instituições como a Ecobank e o Governo, ao mesmo tempo que fez questão de “agradecer a comunicação social que tem dado um enfoque muito positivo à nossa seleção”.

Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest